Você está em: Home >> Notícias >> PPL reúne Diretório Estadual
 
- Procurar Notícias  
 
 
 
01/11/2011 | PPL reúne Diretório Estadual

O Diretório Estadual do Partido Pátria Livre se reuniu no último sábado (29/10) em Porto Alegre para debater as ações partidárias após a obtenção do registro junto ao Tribunal Superior eleitoral (TSE). Na abertura da reunião, a presidente estadual do PPL, Mari Perusso relembrou o significado dos cinco pontos básicos do Programa do PPL: 1. Ampliar o mercado interno (mais empregos e mais salários); 2. Reduzir os juros; 3. Concentrar os recursos do Estado para financiar a produção das empresas genuinamente nacionais - privadas e estatais – e dar prioridade a elas nas encomendas; 4. Desenvolver a ciência e os setores de tecnologia de ponta, indispensáveis à conquista da independência econômica plena - especialmente a microeletrônica, informática, telecomunicações, engenharia genética, energia nuclear, materiais estratégicos e a indústria da defesa; e 5. Educação e Saúde gratuita e de qualidade para todos.

 

Mari lembrou que a questão da dívida dos estados é uma pauta sugerida pelo PPL: “Estamos discutindo isso no Conselho de Governo e temos visto o Governador se posicionar. No pico de investimentos, o governo teve R$ 800 milhões no Orçamento para investir contra R$ 2,7 bilhão que saem para pagamento de juros da dívida”.

 

A presidente também rebateu a críticas: sobre a existência de muitos partidos no Brasil, afirmou que “todos caem de pau em cima dos novos partidos que cumpriram absolutamente todas as exigências legais após 1995, por quê, de 1988 a 1995, se criaram 14 siglas numa sala, sem buscar nenhuma assinatura de apoio ao registro. O partido tem que estar na vida real das pessoas. Isso para nós é partido”. Sobre a origem do PPL no MR-8, afirmou que “todos sabem que o PPL tem origem no Movimento Revolucionário 8 de Outubro, o MR-8, que decidiu deixar de ser uma organização política não registrada no TSE e passar a ser um partido. E nós estávamos conversando com inúmeros companheiros de várias matizes que não tinham partido e vimos que era hora por conta de todo esse momento de recuperação do Brasil e a ebulição política que estamos vivendo, quando a sociedade está ansiando por novos caminhos, cabia a constituição de um novo partido. Decidimos formar este partido, e hoje somos aqui homens e mulheres de várias matizes, não mais com a hegemonia do que começou o PPL que é o MR-8. Mas nós temos essa origem e quem veio tem muito orgulho de ter vindo do MR-8”.

 

Ao final da reunião, o membro da executiva nacional do PPL, Márcio Cabreira afirmou que “o PPL vai crescer à medida que preservemos a nossa identidade política: o nacional-desenvolvimentismo. Seremos um instrumento eficiente na luta política à medida que tivermos posição e firmeza. Gostem ou não, o PPL cumpriu todos os requisitos junto ao TSE e é um partido credenciado para ser avaliado pelo povo brasileiro, que é quem tem o direito de aprovar ou rejeitar um partido e suas idéias”.

 
Últimas Notícias
 
14/06/2017   -- A luta pelo Brasil em um novo partido
14/06/2017   -- TSE livra chapa Dilma-Temer e vota pela ditadura da propina
14/06/2017   -- Gilmar defende impunidade para PMDB, PT e PSDB
14/06/2017   -- Fux: os fatos são gravíssimos
14/06/2017   -- Lucro das operadoras de saúde aumentou 70% em 2016, diz ANS
 

 
Voltar


 Comente
 
COMENTÁRIOS:
Senhoras
Carlos Gaia
Rio de Janeiro
 
14.06.2017
 O manual da canalhice - ou como Temer escapou no TSE.
14.06.2017
 Trabalhadores nas ruas dizem “Não” às ‘reformas’ de Temer .
14.06.2017
 Boletim do BC reduz a 0,41% previsão para o PIB este ano.
14.06.2017
 Lucro das operadoras de saúde aumentou 70% em 2016, diz ANS.
14.06.2017
 Fux: os fatos são gravíssimos .
14.06.2017
 Gilmar defende impunidade para PMDB, PT e PSDB.
18.05.2017
 Parente corta investimentos e privatiza Campo do Azulão.
19.05.2017
 Com manifestações e panelaço, povo vai às ruas após divulgação de gravações de Temer .
19.05.2017
 Molon protocola pedido de impeachment.
19.05.2017
 JBS: Mantega recebia a propina e distribuía.
19.05.2017
 Agendas e foto desmentem Lula.
19.05.2017
 Okamoto e Vaccari na agenda de Léo Pinheiro.
19.05.2017
  Paim: ‘Quem votar pela PEC da Previdência não volta em 2018’ .
19.05.2017
 Aécio pediu R$ 2 milhões e pegou. Dinheiro foi rastreado até parar em Perrella, o do helicóptero de cocaína.
[+ Notícias]

Correio Eletrônico: pplrs@pplrs.com.br