Você está em: Home >> Notícias >> Tarso anuncia aumento de 14,75% no piso salarial do Rio Grande do Sul para 2012
 
- Procurar Notácias  
 
 
 
21/12/2011 | Tarso anuncia aumento de 14,75% no piso salarial do Rio Grande do Sul para 2012

O governador do Rio Grande do Sul, Tarso Genro, anunciou, na última segunda-feira (19/12) o aumento do piso salarial do estado. A partir de março, o salário mínimo estadual será de R$ 700. Um reajuste de 14,75%.

 

O projeto, que será enviado para a Assembléia Legislativa ainda essa semana, foi anunciado pelo governador durante reunião com o secretariado e os deputados da base aliada, no Galpão Crioulo, no Palácio Piratini.

 

Atualmente, o piso alcança 34 categorias profissionais e é dividido em quatro faixas salariais. Com o novo reajuste, passarão de R$ 610,00 para R$ 700,00; R$ 624,05 para R$ 716,12; R$ 638,20 para R$ 732,36 e R$ 663,40 para R$ 761,28.

 

A medida foi anunciada pelo Governo após um encontro com as centrais sindicais (CUT, Força, CGTB, UGT, CTB e NCST) que aconteceu no último dia 28 de novembro. Durante o encontro, os sindicalistas apresentaram uma proposta de reajuste para o piso regional de 18,7%, e destacaram a necessidade de o Estado se tornar vanguarda na recuperação salarial dos trabalhadores gaúchos.

 

Desde que assumiu o governo, Tarso vem realizando uma recuperação dos salários do Rio Grande. Em abril, enquanto o Governo Federal propôs um aumento de 6,86%, o estado realizou um aumento de 11,9%.

 

O secretário executivo do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social, Marcelo Danéris, destacou o reajuste e declarou que “a valorização do piso regional, juntamente com as medidas para fortalecer o setor produtivo gaúcho - como o novo Fundopem - são ações que garantem desenvolvimento econômico com distribuição de renda”.

 

Também na segunda-feira, em reunião na Casa Civil, a direção da Associação de Oficiais da Brigada Militar (ASOFBM) comunicou ao Governo do Estado que aceitou a proposta de 10% de reajuste para os oficiais e mais R$ 400 na forma de abono para os capitães. Os secretários da Casa Civil, Carlos Pestana, da Segurança Pública, Airton Michels, e o Comandante da Brigada Militar, cel. Sérgio Abreu, que conduziram as negociações, destacaram o bom ambiente das conversas e informaram que o projeto será protocolado na Assembleia e tramitará em regime de urgência.

 
Últimas Notícias
 
17/04/2018   -- Cientistas Engajados disputarão as eleições em 2018
13/03/2018   -- PPL apresenta candidatura de João Goulart Filho a presidente da República
12/03/2018   -- PPL decide: João Goulart e Léo Alves para Presidência e Vice-Presidência do Brasil
08/02/2018   -- NOTA AO POVO GAÚCHO
02/02/2018   -- Governo do RS deixa metade dos servidores sem salário
 

 
Voltar


 Comente
 
COMENTÁRIOS:
12.03.2018
 PPL decide: João Goulart e Léo Alves para Presidência e Vice-Presidência do Brasil.
02.02.2018
 Aposentados fazem desfile-protesto contra assalto à Previdência.
02.02.2018
 Gasto com juros foi de R$ 400 bilhões em 2017.
02.02.2018
 Servidores Públicos reforçam convocação de greve geral dia 19.
02.02.2018
 ALERGS não vota o pacote de Sartori.
02.02.2018
 Governo do RS deixa metade dos servidores sem salário.
02.02.2018
 Filho de Jango é lançado presidente em São Borja.
22.01.2018
 Resolução da Executiva Estadual do Partido Pátria Livre – RS.
15.01.2018
 João Vicente Goulart condena “desmoralização” do Ministério do Trabalho.
15.01.2018
 Eleição com Lula é fraude!.
15.01.2018
 Ha-Joon Chang: “O Brasil está experimentando uma das maiores desindustrializações da história da economia”.
27.11.2017
 A vice-presidente do PPL/RS recebe homenagem da ALRS alusiva à Semana da Consciência Negra.
22.11.2017
 PPL inicia campanha à presidência: “Chega de roubalheira e recessão!”.
06.10.2017
 Presidente ladrão diz que imoral é o procurador que o pegou pelo pé.
[+ Notícias]

Correio Eletrônico: pplrs@pplrs.org.br