Você está em: Home >> Notícias >> Tarso anuncia aumento de 14,75% no piso salarial do Rio Grande do Sul para 2012
 
- Procurar Notícias  
 
 
 
21/12/2011 | Tarso anuncia aumento de 14,75% no piso salarial do Rio Grande do Sul para 2012

O governador do Rio Grande do Sul, Tarso Genro, anunciou, na última segunda-feira (19/12) o aumento do piso salarial do estado. A partir de março, o salário mínimo estadual será de R$ 700. Um reajuste de 14,75%.

 

O projeto, que será enviado para a Assembléia Legislativa ainda essa semana, foi anunciado pelo governador durante reunião com o secretariado e os deputados da base aliada, no Galpão Crioulo, no Palácio Piratini.

 

Atualmente, o piso alcança 34 categorias profissionais e é dividido em quatro faixas salariais. Com o novo reajuste, passarão de R$ 610,00 para R$ 700,00; R$ 624,05 para R$ 716,12; R$ 638,20 para R$ 732,36 e R$ 663,40 para R$ 761,28.

 

A medida foi anunciada pelo Governo após um encontro com as centrais sindicais (CUT, Força, CGTB, UGT, CTB e NCST) que aconteceu no último dia 28 de novembro. Durante o encontro, os sindicalistas apresentaram uma proposta de reajuste para o piso regional de 18,7%, e destacaram a necessidade de o Estado se tornar vanguarda na recuperação salarial dos trabalhadores gaúchos.

 

Desde que assumiu o governo, Tarso vem realizando uma recuperação dos salários do Rio Grande. Em abril, enquanto o Governo Federal propôs um aumento de 6,86%, o estado realizou um aumento de 11,9%.

 

O secretário executivo do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social, Marcelo Danéris, destacou o reajuste e declarou que “a valorização do piso regional, juntamente com as medidas para fortalecer o setor produtivo gaúcho - como o novo Fundopem - são ações que garantem desenvolvimento econômico com distribuição de renda”.

 

Também na segunda-feira, em reunião na Casa Civil, a direção da Associação de Oficiais da Brigada Militar (ASOFBM) comunicou ao Governo do Estado que aceitou a proposta de 10% de reajuste para os oficiais e mais R$ 400 na forma de abono para os capitães. Os secretários da Casa Civil, Carlos Pestana, da Segurança Pública, Airton Michels, e o Comandante da Brigada Militar, cel. Sérgio Abreu, que conduziram as negociações, destacaram o bom ambiente das conversas e informaram que o projeto será protocolado na Assembleia e tramitará em regime de urgência.

 
Últimas Notícias
 
14/06/2017   -- A luta pelo Brasil em um novo partido
14/06/2017   -- TSE livra chapa Dilma-Temer e vota pela ditadura da propina
14/06/2017   -- Gilmar defende impunidade para PMDB, PT e PSDB
14/06/2017   -- Fux: os fatos são gravíssimos
14/06/2017   -- Lucro das operadoras de saúde aumentou 70% em 2016, diz ANS
 

 
Voltar


 Comente
 
COMENTÁRIOS:
14.06.2017
 O manual da canalhice - ou como Temer escapou no TSE.
14.06.2017
 Trabalhadores nas ruas dizem “Não” às ‘reformas’ de Temer .
14.06.2017
 Boletim do BC reduz a 0,41% previsão para o PIB este ano.
14.06.2017
 Lucro das operadoras de saúde aumentou 70% em 2016, diz ANS.
14.06.2017
 Fux: os fatos são gravíssimos .
14.06.2017
 Gilmar defende impunidade para PMDB, PT e PSDB.
18.05.2017
 Parente corta investimentos e privatiza Campo do Azulão.
19.05.2017
 Com manifestações e panelaço, povo vai às ruas após divulgação de gravações de Temer .
19.05.2017
 Molon protocola pedido de impeachment.
19.05.2017
 JBS: Mantega recebia a propina e distribuía.
19.05.2017
 Agendas e foto desmentem Lula.
19.05.2017
 Okamoto e Vaccari na agenda de Léo Pinheiro.
19.05.2017
  Paim: ‘Quem votar pela PEC da Previdência não volta em 2018’ .
19.05.2017
 Aécio pediu R$ 2 milhões e pegou. Dinheiro foi rastreado até parar em Perrella, o do helicóptero de cocaína.
[+ Notícias]

Correio Eletrônico: pplrs@pplrs.com.br