Você está em: Home >> Notícias >> Proposta de reajuste para o magistério já está na Assembleia
 
- Procurar Notícias  
 
 
 
08/02/2012 | Proposta de reajuste para o magistério já está na Assembleia

*Reportagem publicada originalmente no Jornal do Comércio.

 

Uma comitiva do governo estadual, capitaneada pela chefe da Casa Civil em exercício, Mari Perusso (PPL), entregou ontem ao presidente da Assembleia Legislativa, Alexandre Postal (PMDB), o projeto de lei que propõe aumento de 23,5% para os professores e funcionários da Educação no Estado.

A proposta, que tramitará em regime de urgência, prevê o pagamento do reajuste em três parcelas - 9,84% em maio, 6,08% em novembro e 6% em fevereiro de 2013 - com impacto de R$ 856 milhões nos cofres do Estado. O texto ainda garante o abono aos grevistas do desconto pelos dias parados no ano passado.

Acompanhada pela secretária em exercício da Educação, Maria Eulália Nascimento (PT), pelo secretário do Planejamento, João Motta (PT), pelo secretário-executivo do Conselhão, Marcelo Danéris (PT), e pelo líder do governo no Parlamento, deputado Valdeci Oliveira (PT), Mari afirmou que o projeto faz parte de um esforço do Executivo para apresentar uma política de aumento salarial para os servidores da Educação antes do início do ano letivo.


A direção do Sindicato dos Professores Estaduais (Cpers) divulgou nota, na tarde de ontem, denunciando que, ao apresentar o projeto em regime de urgência, o governo tenta “impedir o debate e a apreciação da categoria em assembleia geral marcada para o dia 9 de março”.


A representante da Casa Civil diz que a proposta foi enviada para o Sindicato dos Professores há mais de uma semana, mas o governo não obteve resposta da direção nem do Conselho Geral da entidade.


De acordo com a presidente do Cpers, Rejane de Oliveira, só a assembleia geral da categoria poderia avaliar e decidir sobre a proposição do Piratini. “Não é a direção ou o Conselho Geral quem deve decidir”, justifica.


Para a sindicalista, o governo interrompeu o processo de negociação ao enviar o projeto nas férias dos educadores e antes da assembleia marcada para março. “Não existe justificativa para a proposta ser entregue agora e em regime de urgência, uma vez que a primeira parcela do reajuste está programada para maio”, critica Rejane.


A presidente do Cpers afirma que as escolas deverão ter turno reduzido no dia 27 (início do ano letivo), pois o sindicato apresentará aos servidores o calendário de pagamento do piso do magistério proposto pelo Conselho Geral - aumento de 19% em maio, 14% em agosto e 10,64% em novembro - e discutirá a proposta do governo.


Os temas também serão discutidos nos núcleos regionais no dia 29 e constituirão a pauta da assembleia geral extraordinária da categoria, a se realizar em 2 de março, em frente ao Palácio Piratini. Neste dia, o Cpers pretende tirar uma proposta de mobilização dos professores.

 

 
Últimas Notícias
 
03/07/2017   -- Trabalhistas históricos fortalecem o PPL
29/06/2017   -- João Vicente Goulart se filiará ao PPL
14/06/2017   -- A luta pelo Brasil em um novo partido
14/06/2017   -- TSE livra chapa Dilma-Temer e vota pela ditadura da propina
14/06/2017   -- Gilmar defende impunidade para PMDB, PT e PSDB
 

 
Voltar


 Comente
 
COMENTÁRIOS:
29.06.2017
 João Vicente Goulart se filiará ao PPL.
14.06.2017
 O manual da canalhice - ou como Temer escapou no TSE.
14.06.2017
 Trabalhadores nas ruas dizem “Não” às ‘reformas’ de Temer .
14.06.2017
 Boletim do BC reduz a 0,41% previsão para o PIB este ano.
14.06.2017
 Lucro das operadoras de saúde aumentou 70% em 2016, diz ANS.
14.06.2017
 Fux: os fatos são gravíssimos .
14.06.2017
 Gilmar defende impunidade para PMDB, PT e PSDB.
14.06.2017
 TSE livra chapa Dilma-Temer e vota pela ditadura da propina.
18.05.2017
 Parente corta investimentos e privatiza Campo do Azulão.
19.05.2017
 Com manifestações e panelaço, povo vai às ruas após divulgação de gravações de Temer .
19.05.2017
 Molon protocola pedido de impeachment.
19.05.2017
 JBS: Mantega recebia a propina e distribuía.
19.05.2017
 Agendas e foto desmentem Lula.
19.05.2017
 Okamoto e Vaccari na agenda de Léo Pinheiro.
[+ Notícias]

Correio Eletrônico: pplrs@pplrs.org.br