Você está em: Home >> Notícias >> PPL de Porto Alegre articula unidade da Frente Popular
 
- Procurar Notícias  
 
 
 
12/03/2012 | PPL de Porto Alegre articula unidade da Frente Popular

O Diretório Municipal de Porto Alegre do Partido Pátria Livre participou, na última quinta-feira (08/03), de reunião almoço com vereadores do PSD e PSB, o presidente municipal do PR, Coronel Arlindo Boneti, e o pré-candidato do PT à prefeitura da Capital, deputado Adão Villaverde. Pelo PPL, participaram da reunião o presidente municipal, Vinícius Anversa, e o vereador Toni Proença.

 

Assim como já haviam manifestado em reunião com a pré-candidata do PCdoB, Manuela D’Ávila em reunião realizada no dia 1º de março, os quatro partidos (PPL, PSD, PSB e PR) estão empenhados em unificar os partidos que dão sustentação ao governo Tarso Genro em torno de uma única candidatura viável.

 

Na reunião com o PT, os partidos assinaram Nota manifestando a intensão: “A prioridade dos dirigentes destes partidos para as eleições municipais deste ano é centrar esforços na valorização do diálogo com as siglas do campo de sustentação do governo Tarso Genro e aquelas que não fazem oposição ao Executivo Estadual. Esta unidade significa o trabalho comum entre as bancadas, mas não uma definição previa em torno de nomes que possam representá-las no processo eleitoral”

 

Ao final do encontro os integrantes do PPL, PSD, PSB e PR afirmaram que “omo grupo respeitamos as decisões partidárias, mas continuaremos em busca da unidade”. Assinam a nota: Toni Proença, vereador do PPL; Tarcísio Flexa Negra, Nelcir Tessaro e Bernardino Verdruscolo, vereadores do PSD; Airto Ferronato, vereador do PSB; e Coronel Arlindo Bonetti, presidente municipal do PR.

 
Últimas Notícias
 
18/03/2017   -- Atos dizem NÃO a Temer & súcia em defesa da Previdência e CLT
18/03/2017   -- Michel Temer, Gilmar, Rodrigo Maia e Eunício tramam contra a Lava Jato
16/03/2017   -- Não tem déficit na Previdência, o que tem é muito roubo
18/01/2017   -- Fernando Siqueira: “o acordo com Total é um ato criminoso”
18/01/2017   -- Para Ciro, conchavo PT-Temer na Câmara é uma traição imoral
 

 
Voltar


 Comente
 
COMENTÁRIOS:
18.03.2017
 Michel Temer, Gilmar, Rodrigo Maia e Eunício tramam contra a Lava Jato.
18.01.2017
 Para Ciro, conchavo PT-Temer na Câmara é uma traição imoral.
18.01.2017
 Fernando Siqueira: “o acordo com Total é um ato criminoso”.
13.12.2016
 Wagner e assessor especial de Dilma receberam suborno.
13.12.2016
 Geddel se sentia passado para trás.
13.12.2016
 Renan recebia pixuleco através de Jucá.
13.12.2016
 Padilha e Moreira Franco eram os prepostos de Temer que abasteciam PMDB da Câmara.
13.12.2016
 “PEC 55 só favorece especulador”, afirma o economista Nilson Araújo.
13.12.2016
 PEC do roubo à Previdência barra aposentadoria plena antes dos 70 .
13.12.2016
 Juros altos e sem investimentos, PIB recua 0,8% no 3º trimestre.
13.12.2016
 Governo, Congresso e STF estão podres. Eleições Gerais Já!.
23.11.2016
 Governo apresenta novo pacote de arrocho contra servidores gaúchos.
23.11.2016
 Contra a PEC 241/55 e o Pacote do Sartori.
21.10.2016
 Ipea diz que PEC 241 vai tirar 868 bilhões da assistência Social.
[+ Notícias]

Correio Eletrônico: pplrs@pplrs.com.br