Você está em: Home >> Notícias >> Assembleia cria uma comissão para debater a dívida com a União
 
- Procurar Notácias  
 
 
11/04/2012 | Assembleia cria uma comissão para debater a dívida com a União

Alexandre Leboutte

Plenário apreciou proposta conjunta de 42 deputados estaduais

Desde 1997, quando a dívida do Estado com a União era de R$ 11 bilhões, o governo gaúcho já pagou R$ 18 bilhões. Porém, nesses 15 anos, o estoque da dívida ultrapassou os R$ 40 bilhões. Ao apresentar estes números no plenário da Assembleia Legislativa, ontem, o deputado Giovani Feltes (PMDB) defendeu o requerimento – de sua autoria e mais 41 parlamentares – para a criação de uma Comissão Especial, aprovada ao final da sessão. “Esta situação vem drenando recursos pertencentes à população gaúcha para os cofres da União. Isso significa menos dinheiro para a saúde,  educação e segurança pública”, argumentou Feltes. O colegiado irá  analisar a composição deste endividamento e acompanhar as negociações do Executivo estadual com o governo federal para a reestruturação dos valores. O prazo para conclusão dos trabalhos é de 120 dias, quando deve ser apresentado um relatório.

De acordo com o peemedebista, havia uma realidade diferenciada em 1997, quando as dívidas dos estados foram assumidas pela União. Porém, hoje não seria mais aceitável a manutenção do que foi pactuado naquele momento.  “O presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB), pressionado pelos governadores, utilizando-se do IGP-DI (calculado pela Fundação Getulio Vargas) como indexador – e mais 6% de juros no caso do Rio Grande do Sul, para evitar a privatização do Banrisul –, assumiu todos os ‘esqueletos dos armários’ das mais variadas secretarias e órgãos de Estado que tinham dívidas com o exterior e internamente”, relatou Feltes, dizendo que o IPCA – índice calculado pelo IBGE e utilizado nos contratos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (Bndes) e por outros agentes financeiros nacionais – deveria ser o novo indexador.

O parlamentar lembrou que o problema com endividamento está sendo enfrentado por todas as unidades da federação, atingindo, inclusive, grandes municípios como São Paulo, e disse que o Parlamento pretende se unir aos esforços do governador Tarso Genro (PT) e de outros governadores que vêm se mobilizando para discutir a reestruturação das dívidas.

O deputado Raul Carrion (PCdoB) afirmou que outras duas comissões da Casa – a de Finanças e a de Desenvolvimento Sustentável – já têm requerimentos aprovados sobre o tema e devem cooperar com o colegiado.

Um estudo da Federação Brasileira de Associações de Fiscais de Tributos Estaduais (Febrafite) foi apontado por Frederico Antunes (PP) como um documento a ser tomado como “provocador do debate”, quando a comissão iniciar os trabalhos. A Febrafite contesta a constitucionalidade da Lei 9.496, de 1997, que normatizou os contratos de incorporação das dívidas dos estados pelo governo federal.

Para o líder do PMDB, Márcio Biolchi, “esta será uma das mais relevantes pautas do Legislativo no ano”. Hoje pela manhã, Giovani Feltes tem uma audiência com o presidente do Tribunal de Contas do Estado, Cezar Miola, para buscar apoio aos trabalhos da Comissão Especial. O TCE está elaborando uma proposta de auditoria operacional sobre a dívida gaúcha.

Publicado no Jornal do Comércio no dia 11 de abril de 2012.

 
Últimas Notícias
 
17/04/2018   -- Cientistas Engajados disputarão as eleições em 2018
13/03/2018   -- PPL apresenta candidatura de João Goulart Filho a presidente da República
12/03/2018   -- PPL decide: João Goulart e Léo Alves para Presidência e Vice-Presidência do Brasil
08/02/2018   -- NOTA AO POVO GAÚCHO
02/02/2018   -- Governo do RS deixa metade dos servidores sem salário
 

 
Voltar


 Comente
 
COMENTÁRIOS:
12.03.2018
 PPL decide: João Goulart e Léo Alves para Presidência e Vice-Presidência do Brasil.
02.02.2018
 Aposentados fazem desfile-protesto contra assalto à Previdência.
02.02.2018
 Gasto com juros foi de R$ 400 bilhões em 2017.
02.02.2018
 Servidores Públicos reforçam convocação de greve geral dia 19.
02.02.2018
 ALERGS não vota o pacote de Sartori.
02.02.2018
 Governo do RS deixa metade dos servidores sem salário.
02.02.2018
 Filho de Jango é lançado presidente em São Borja.
22.01.2018
 Resolução da Executiva Estadual do Partido Pátria Livre – RS.
15.01.2018
 João Vicente Goulart condena “desmoralização” do Ministério do Trabalho.
15.01.2018
 Eleição com Lula é fraude!.
15.01.2018
 Ha-Joon Chang: “O Brasil está experimentando uma das maiores desindustrializações da história da economia”.
27.11.2017
 A vice-presidente do PPL/RS recebe homenagem da ALRS alusiva à Semana da Consciência Negra.
22.11.2017
 PPL inicia campanha à presidência: “Chega de roubalheira e recessão!”.
06.10.2017
 Presidente ladrão diz que imoral é o procurador que o pegou pelo pé.
[+ Notícias]

Correio Eletrônico: pplrs@pplrs.org.br