Você está em: Home >> Notícias >> Prefeito de Pedras Altas é absolvido de processo sobre infidelidade partidária
 
- Procurar Notícias  
 
 
 
14/04/2012 | Prefeito de Pedras Altas é absolvido de processo sobre infidelidade partidária

TRE considerou que mudança de sigla foi para fundar um novo partido, o que não configura irregularidade.

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) absolveu o prefeito de Pedras Altas, Gabriel de Lellis Júnior do PPL (à esquerda na foto), em um processo de cassação do mandato por infidelidade partidária. A decisão foi unânime e proferida no final da tarde desta quinta-feira, em Porto Alegre.

No entendimento dos julgadores, a mudança de sigla não configura irregularidade, já que a troca se deu para um partido fundado recentemente, o que é permitido pela lei eleitoral. Assim, foi julgada improcedente a ação, movida pelo vice-prefeito da cidade, Manoel Antônio Madruga da Silveira. O processo havia sido protocolado em novembro de 2011. O relator foi Eduardo Kothe Werlang. Já o relator indicado foi Hamilton Langaro Dipp.

Gabriel Lillis Junior filiou-se no Partido Pátria Livre no dia 06 de outubro do ano passado junto com os vereadores de Pedras Altas, Milton Quadros, Davi Oliveira e Joaquim Paiva.

 
Últimas Notícias
 
03/07/2017   -- Trabalhistas históricos fortalecem o PPL
29/06/2017   -- João Vicente Goulart se filiará ao PPL
14/06/2017   -- A luta pelo Brasil em um novo partido
14/06/2017   -- TSE livra chapa Dilma-Temer e vota pela ditadura da propina
14/06/2017   -- Gilmar defende impunidade para PMDB, PT e PSDB
 

 
Voltar


 Comente
 
COMENTÁRIOS:
29.06.2017
 João Vicente Goulart se filiará ao PPL.
14.06.2017
 O manual da canalhice - ou como Temer escapou no TSE.
14.06.2017
 Trabalhadores nas ruas dizem “Não” às ‘reformas’ de Temer .
14.06.2017
 Boletim do BC reduz a 0,41% previsão para o PIB este ano.
14.06.2017
 Lucro das operadoras de saúde aumentou 70% em 2016, diz ANS.
14.06.2017
 Fux: os fatos são gravíssimos .
14.06.2017
 Gilmar defende impunidade para PMDB, PT e PSDB.
14.06.2017
 TSE livra chapa Dilma-Temer e vota pela ditadura da propina.
18.05.2017
 Parente corta investimentos e privatiza Campo do Azulão.
19.05.2017
 Com manifestações e panelaço, povo vai às ruas após divulgação de gravações de Temer .
19.05.2017
 Molon protocola pedido de impeachment.
19.05.2017
 JBS: Mantega recebia a propina e distribuía.
19.05.2017
 Agendas e foto desmentem Lula.
19.05.2017
 Okamoto e Vaccari na agenda de Léo Pinheiro.
[+ Notícias]

Correio Eletrônico: pplrs@pplrs.org.br