Você está em: Home >> Notícias >> Parte da dívida dos estados deve ser revertida em investimentos, diz Tarso
 
- Procurar Notícias  
 
 
 
26/04/2012 | Parte da dívida dos estados deve ser revertida em investimentos, diz Tarso

O governador do Rio Grande do Sul, Tarso Genro, afirmou em audiência pública na Câmara dos Deputados, dia 19 de abril, que os contratos de refinanciamento das dívidas dos governos estaduais com a União são “leoninos”. Assinados entre 1997 e 1998, têm como indexador de correção monetária o IGP-DI. Segundo Tarso Genro, o governo federal quer trocá-lo pela taxa Selic, mas os governadores querem o IPCA.

Governadores formaram um grupo de trabalho para analisar a situação do endividamento e tirar uma revisão dos contratos, a ser apresentada ao Ministério da Fazenda. Além da substituição do IGP-DI pelo IPCA, os governos estaduais querem a redução da taxa de juros para 2% (hoje varia entre 6% a 7,5%); e redução do comprometimento da receita líquida real (RLR) do atual teto de 15% para 9%.

Na avaliação de Tarso Genro, os contratos foram assinados em uma situação econômica totalmente diversa da de hoje, em uma época de baixa taxa de crescimento, período de surto inflacionário, escassa procura. Agora, segundo o governador, o país vive um novo “círculo virtuoso” e é “aceitável” que se busque levantar “os dados técnicos e os elementos jurídicos necessários” para alteração dos contratos. “Que possamos utilizar parte desta dívida para investimentos nos estados. Coincide com movimento estratégico do governo para aumentar crescimento. Essa situação está sufocando há muito tempo os estados", disse o governador gaúcho.

Os governadores apontam que com alteração dos contratos de refinanciamento das dívidas terão condições de ampliar os investimentos.

 Com informação Jornal Hora do Povo

 
Últimas Notícias
 
03/07/2017   -- Trabalhistas históricos fortalecem o PPL
29/06/2017   -- João Vicente Goulart se filiará ao PPL
14/06/2017   -- A luta pelo Brasil em um novo partido
14/06/2017   -- TSE livra chapa Dilma-Temer e vota pela ditadura da propina
14/06/2017   -- Gilmar defende impunidade para PMDB, PT e PSDB
 

 
Voltar


 Comente
 
COMENTÁRIOS:
29.06.2017
 João Vicente Goulart se filiará ao PPL.
14.06.2017
 O manual da canalhice - ou como Temer escapou no TSE.
14.06.2017
 Trabalhadores nas ruas dizem “Não” às ‘reformas’ de Temer .
14.06.2017
 Boletim do BC reduz a 0,41% previsão para o PIB este ano.
14.06.2017
 Lucro das operadoras de saúde aumentou 70% em 2016, diz ANS.
14.06.2017
 Fux: os fatos são gravíssimos .
14.06.2017
 Gilmar defende impunidade para PMDB, PT e PSDB.
14.06.2017
 TSE livra chapa Dilma-Temer e vota pela ditadura da propina.
18.05.2017
 Parente corta investimentos e privatiza Campo do Azulão.
19.05.2017
 Com manifestações e panelaço, povo vai às ruas após divulgação de gravações de Temer .
19.05.2017
 Molon protocola pedido de impeachment.
19.05.2017
 JBS: Mantega recebia a propina e distribuía.
19.05.2017
 Agendas e foto desmentem Lula.
19.05.2017
 Okamoto e Vaccari na agenda de Léo Pinheiro.
[+ Notícias]

Correio Eletrônico: pplrs@pplrs.org.br