Você está em: Home >> Notícias >> PPL de Porto Alegre apóia Adão Villaverde
 
- Procurar Notícias  
 
 
 
Créditos:Fernando Riegel
04/05/2012 | PPL de Porto Alegre apóia Adão Villaverde

O Diretório Municipal de Porto Alegre do Partido Pátria Livre (PPL) anunciou nesta sexta-feira (04/05) seu apoio à candidatura do deputado estadual petista Adão Villaverde à prefeitura de Porto Alegre. O ato aconteceu durante almoço no restaurante Marco Zero, nos altos do Mercado Público, e contou com participação de direções partidárias e filiados do PPL, do PT e do PV, que também anunciou seu apoio a Villaverde esta semana.

Na ocasião, o vereador Toni Proença (PPL) afirmou que a aliança com o Partido dos Trabalhadores foi decidida pelo Diretório Municipal do PPL por ser o deputado Adão Villaverde o candidato com maior identidade com a estratégia nacional-desenvolvimentista defendida pelo  Pátria Livre. Toni passou às mãos do pré-candidato o documento do PPL onde o partido enumera alguns pontos que estão sendo discutidos com os núcleos de bairro do partido para nortear as posições do PPL junto ao programa de governo, “coube a mim a felicidade de entregar ao Partido dos Trabalhadores o manifesto de apoio à candidatura do companheiro Villaverde, sendo este, um compromisso da militância do PPL, do Diretório e Executivo Municipal, da Executiva Estadual e também com a contribuição da Executiva Nacional representada aqui pelo companheiro Marcio Cabreira”, disse Toni.

Villaverde afirmou que “a posição do PPL frente ao processo político em Porto Alegre é deduzida daquilo que orienta a história da construção de uma concepção política que é a do PPL”. Villaverde afirmou ainda que “este bloco, que tem compromisso com as mudanças e transformações, é um bloco que tem compromisso com a independência e com a não subordinação e a não submissão aos interesses internacionais, e é um bloco que quer enfrentar, sim, a questão do desenvolvimento com sustentabilidade, com soberania, e usar a ciência, a tecnologia e os avanços tecnológicos em favor das pessoas e da cidade”.

“Este é um documento que contribui firmemente naquelas questões que nós sabemos que são centrais para o Brasil, para o nosso Estado, e para nossa cidade, afirmando, de um lado, que tem que ter Estado, sim, para dirigir políticas para aqueles setores que mais necessita, e espero de fato que o Poder Público se posicione em dirigir recursos e abrir espaço para a democracia, para a participação, para investir em saúde, investir em saneamento, em assistência, em educação e, sobretudo, pensar a possibilidade de aqui nós retomarmos um papel que outrora nós ocupamos de fazer com que Porto Alegre seja novamente uma referência de gestão pública”, afirmou Villaverde ao ler o documento.

Representando a Executiva Nacional do PPL, Marcio Cabreira homenageou o ex-presidente Lula responsável por um grande legado de compromisso de transformação do Brasil. Afirmou também, que para fazer uma Porto Alegre mais inclusiva é preciso seguir esses conceitos que o governo Lula deixou para o País. Cabreira lembrou ao pré-candidato Adão Villaverde, o conselho de Lula que deu a Dilma “na hora que tiver dúvida, consulte o povo é nele que deve confiar, é nele que deve governar”. Marcio está seguro que Adão é um excelente candidato e ressaltou que mesmo com essa qualidade a caminhada não será fácil, e citou a canção de Tamoio de Gonçalves Dias “A vida é luta renhida / A vida é combate / Que os fracos abate / Que os fortes / Os bravos só pode exaltar”, e seguiu dizendo “e nós, seguramente, estamos na categoria dos fortes”.

A Presidente Estadual do PPL, Mari Perusso reafirmou que a decisão tomada pelo PPL de Porto Alegre não poderia ser diferente no que vem sendo consolidada a mais de 8 anos a nível nacional de desenvolvimento do País. “Deste mesmo projeto participamos desde o início do Governo Tarso de desenvolvimento do Rio Grande do Sul, e para desenvolver Porto Alegre é preciso também fortalecer este projeto”, disse.

O Presidente Municipal do PT, Adeli Sell explanou da amplitude da garra e determinação que possuem as lideranças do PT, PPL e PV, que a partir delas se levantará uma grande mobilização para enfrentar, discutir e solucionar os problemas do povo e da cidade, “através de um programa claro levará esse projeto a vitória ao Paço Municipal”, disse.

Também participaram do ato o deputado federal Paulo Ferreira (PT); o Secretário de Desenvolvimento Rural e Cooperatismo do Governo do Estado, Ivar Pavan; os vereadores do PT Maria Celeste, Mauro Pinheiro e Engenheiro Comassetto; o presidente municipal do PPL, Vinícius Anversa; Presidente Estadual da Juventude Pátria livre, Thalisson Silva; Presidente Municipal do PV, Giovani Carminatti; Presidente da CUT/RS, Celso Woyciechowski; Diretora da UNE, Mariara Cruz; Presidente da UGES, Nelson Junior; Presidente da UMESPA, Letícia Moreira; representante do CNAB no Conselho Nacional de Juventude, Antonio Rosa; Diretor Superintedente do Grupo Hospitalar Conceição, Nery Paes; Secretário de Juventude da CGTB, Éder Pereira, Presidente do SCPA, Daniel Santos; Diretora da FMG, Maria Belquiz, além de militantes do PPL, PT e PV.

Leia a íntegra do documento do PPL ao PT: 

A CIDADE QUE QUEREMOS

Este ano, o Partido Pátria Livre – que obteve seu registro em 4 de outubro de 2011 – terá sua primeira participação eleitoral.

Após amplo e profundo debate em nossas instâncias partidárias, chegamos à conclusão que a pré-candidatura do Deputado Adão Villaverde é a que apresenta maior identidade com a estratégia nacional-desenvolvimentista defendida pelo  Pátria Livre. Qual seja:

1) Reduzir os Juros;

2)  Ampliar o mercado Interno (mais empregos e mais salários);

3) Concentrar os recursos do Estado para financiar a produção das empresas genuinamente nacionais – Privadas e estatais e dar a elas prioridade nas encomendas;

4)  Desenvolver a ciência e a tecnologia de ponta, indispensáveis a conquista da independência econômica plena, especialmente a microeletrônica, informática, telecomunicações, engenharia genética, energia nuclear, matérias estratégicas e a indústria da defesa; e

5) Educação e saúde de qualidade para todos.

Estas questões são fundamentais para que possamos avançar no processo de independência nacional.

O companheiro Adão Villaverde reúne todas as condições de enfrentar com firmeza e decisão os grandes problemas de nossa cidade. Nós do Pátria Livre estaremos ao seu lado, sem medir esforços para que possamos melhorar a condição de vida daqueles que mais precisam da Prefeitura Municipal.

Lutar de forma incessante para que nossas taxas de juros estejam em patamares internacionais; recuperar a capacidade de investimentos da Prefeitura; e possibilitar, através de linhas de crédito diretas para cooperativas e iniciativas individuais, o desenvolvimento local e a geração de emprego e renda.

Combater, através de um amplo programa de construção de habitações populares, o déficit habitacional que coloca sob a especulação imobiliária milhares de famílias porto-alegrenses.

Enfrentar a regularização fundiária de mais de 650 vilas em nosso município, levando a estas comunidades saneamento e energia, e dando-lhes condições de vida justa e saudável.

Concretizar a formação de uma ampla rede integrada de transporte coletivo, que envolva o sistema de transporte por ônibus e metrô, e que tenha por objetivo diminuir o tempo utilizado pelas pessoas em seus deslocamentos, garantido ao transporte qualidade e segurança.

Aprofundar o compromisso com a ampla e verdadeira participação popular, atualizando os instrumentos criados ao longo de duas décadas em nossa cidade. Porto Alegre deve se orgulhar de seu caráter democrático, coroado com a realização de seis edições do Fórum Social Mundial que, se depender de nosso empenho, em breve estará de volta.

Enfrentar com radicalismo o déficit existente na coleta de lixo de nossa cidade, universalizando o serviço e proporcionando a todos uma cidade limpa, livre de epidemias e, sobretudo, agradável de se viver.

Educação e Saúde de qualidade para todos, ampliação através de parceria entre a Prefeitura e os Governos Estadual e Federal da rede de atendimento básico, através da Estratégia de Saúde da Família, qualificando e remunerando de forma adequada  todos os atores envolvidos para que nossa população possa ser tratada com a dignidade merecida. Uma escola inovadora, que prepare nossas crianças, valorize seus profissionais e enfrente com decisão a falta de vagas nas creches, que configuram hoje o maior problema das mães trabalhadoras.

Oferecer e revitalizar uma rede cultural que valorize a nossa produção local e leve até o povo as nossas mais variadas formas de expressão cultural como o cinema, o teatro, a dança, a produção literária, entre outras, através da construção dos Pólos de Cultura Popular.

Estes são alguns pontos que o Pátria Livre se empenha, neste momento, em discutir com seus núcleos de base, especialistas, acadêmicos e colaboradores para, logo após sua conclusão, contribuirmos na formatação final do programa de governo que irá nortear nossa caminhada rumo ao Paço Municipal:

PÁTRIA LIVRE! VENCEREMOS!

 
Últimas Notícias
 
14/06/2017   -- A luta pelo Brasil em um novo partido
14/06/2017   -- TSE livra chapa Dilma-Temer e vota pela ditadura da propina
14/06/2017   -- Gilmar defende impunidade para PMDB, PT e PSDB
14/06/2017   -- Fux: os fatos são gravíssimos
14/06/2017   -- Lucro das operadoras de saúde aumentou 70% em 2016, diz ANS
 

 
Voltar


 Comente
 
COMENTÁRIOS:
14.06.2017
 O manual da canalhice - ou como Temer escapou no TSE.
14.06.2017
 Trabalhadores nas ruas dizem “Não” às ‘reformas’ de Temer .
14.06.2017
 Boletim do BC reduz a 0,41% previsão para o PIB este ano.
14.06.2017
 Lucro das operadoras de saúde aumentou 70% em 2016, diz ANS.
14.06.2017
 Fux: os fatos são gravíssimos .
14.06.2017
 Gilmar defende impunidade para PMDB, PT e PSDB.
18.05.2017
 Parente corta investimentos e privatiza Campo do Azulão.
19.05.2017
 Com manifestações e panelaço, povo vai às ruas após divulgação de gravações de Temer .
19.05.2017
 Molon protocola pedido de impeachment.
19.05.2017
 JBS: Mantega recebia a propina e distribuía.
19.05.2017
 Agendas e foto desmentem Lula.
19.05.2017
 Okamoto e Vaccari na agenda de Léo Pinheiro.
19.05.2017
  Paim: ‘Quem votar pela PEC da Previdência não volta em 2018’ .
19.05.2017
 Aécio pediu R$ 2 milhões e pegou. Dinheiro foi rastreado até parar em Perrella, o do helicóptero de cocaína.
[+ Notícias]

Correio Eletrônico: pplrs@pplrs.com.br