Você está em: Home >> Notícias >> RS Mais Energia prevê investimento de R$ 1,7 bilhão em energia elétrica até 2014
 
- Procurar Notícias  
 
 
 
Créditos:Caco Argemi/Palácio Piratini
17/05/2012 | RS Mais Energia prevê investimento de R$ 1,7 bilhão em energia elétrica até 2014

O Governo do Estado lançou, nesta quarta-feira (16), no Palácio Piratini, o programa RS Mais Energia, por meio da Secretaria de Infraestrutura e Logística (Seinfra) e do Grupo CEEE. A iniciativa reúne um conjunto de obras de infraestrutura energética, com mais de cem empreendimentos nas áreas de geração, transmissão e distribuição de energia elétrica no triênio 2012-2014, em um total de mais de R$ 1,7 bilhão em investimentos.

O governador Tarso Genro destacou que o evento marca os 500 dias de Governo e demonstra a reorganização da máquina pública e a qualificação dos serviços do Estado. "Só saímos da crise crescendo e é por esse motivo que estamos implementando, de maneira consciente, esse plano estratégico de crescimento na área de energia para o Rio Grande do Sul", afirmou.

Esses investimentos, nos centros urbanos e rurais, incluindo melhorias em tecnologia e gestão comercial, beneficiam gaúchos e segmentos produtivos de diferentes regiões do Estado. Especificamente no segmento de geração, serão aplicados, até 2014, R$ 322,9 milhões; em transmissão, R$ 387 milhões; e na distribuição; R$ 474,8 milhões. Outros R$ 335 milhões integram os projetos de tecnologia da informação e gerenciamento comercial. Além disso, há participação da CEEE-GT em dois consórcios (TESB E TSBE) para construção de subestações e linhas de transmissão no Estado, com recursos de R$ 180 milhões. Em 2011, o investimento total da empresa na infraestrutura energética (geração, transmissão e distribuição) foi de R$ 196, 2 milhões.

De acordo com o Secretário de Infraestrutura e Logística, Beto Albuquerque, esse é um momento ímpar para o Estado, sendo esta "a primeira ação de um plano que permite investimentos para suprir as demandas de energia para o meio rural e suporte para a atração de novos empreendimentos na indústria, confirmando a sintonia fina com a Secretaria de Desenvolvimento", afirmou. Para o presidente do Grupo CEEE, Sérgio Souza Dias, "esses investimentos são fundamentais para atender com tranquilidade o sistema energético gaúcho e para suprir as altas taxas de consumo de energia elétrica que vêm sendo registradas, especialmente nos meses de verão no Rio Grande do Sul."

Neste ano, a demanda verificada (pico do consumo), em fevereiro de 2012, cresceu no Estado mais de 7%, em relação ao ano anterior. Além do aumento gerado pelo incremento da economia, há, ainda, grandes eventos que necessitam maior disponibilidade e confiabilidade no sistema de energia elétrica, entre eles a Copa do Mundo de 2014.

CEEE

O Grupo CEEE atua em todo o Estado. Na área de geração, por meio da operação de 15 usinas hidrelétrica e de parcerias em projetos que investem em geração e ampliam a matriz energética do RS. Na área de transmissão, possui 62 subestações que conduzem, por meio de mais de seis mil quilômetros, a energia em grandes blocos por todo Rio Grande do Sul.

Por intermédio da CEEE Distribuição, a CEEE atende diretamente 72 municípios gaúchos e 1,5 milhão de clientes, nas regiões da Campanha, Metropolitana (municípios de Porto Alegre, Alvorada, Viamão, Eldorado do Sul, Guaíba, Mariana Pimentel e cidades da região carbonífera), Centro Sul, Sul, Litoral Norte e Litoral Sul.

Com informações da Secom

 
Últimas Notícias
 
18/03/2017   -- Atos dizem NÃO a Temer & súcia em defesa da Previdência e CLT
18/03/2017   -- Michel Temer, Gilmar, Rodrigo Maia e Eunício tramam contra a Lava Jato
16/03/2017   -- Não tem déficit na Previdência, o que tem é muito roubo
18/01/2017   -- Fernando Siqueira: “o acordo com Total é um ato criminoso”
18/01/2017   -- Para Ciro, conchavo PT-Temer na Câmara é uma traição imoral
 

 
Voltar


 Comente
 
COMENTÁRIOS:
18.03.2017
 Michel Temer, Gilmar, Rodrigo Maia e Eunício tramam contra a Lava Jato.
18.01.2017
 Para Ciro, conchavo PT-Temer na Câmara é uma traição imoral.
18.01.2017
 Fernando Siqueira: “o acordo com Total é um ato criminoso”.
13.12.2016
 Wagner e assessor especial de Dilma receberam suborno.
13.12.2016
 Geddel se sentia passado para trás.
13.12.2016
 Renan recebia pixuleco através de Jucá.
13.12.2016
 Padilha e Moreira Franco eram os prepostos de Temer que abasteciam PMDB da Câmara.
13.12.2016
 “PEC 55 só favorece especulador”, afirma o economista Nilson Araújo.
13.12.2016
 PEC do roubo à Previdência barra aposentadoria plena antes dos 70 .
13.12.2016
 Juros altos e sem investimentos, PIB recua 0,8% no 3º trimestre.
13.12.2016
 Governo, Congresso e STF estão podres. Eleições Gerais Já!.
23.11.2016
 Governo apresenta novo pacote de arrocho contra servidores gaúchos.
23.11.2016
 Contra a PEC 241/55 e o Pacote do Sartori.
21.10.2016
 Ipea diz que PEC 241 vai tirar 868 bilhões da assistência Social.
[+ Notícias]

Correio Eletrônico: pplrs@pplrs.com.br