Você está em: Home >> Notícias >> Relator diz que crescem implicações contra Delta nacional. Situação de Veja é mais complicada ainda
 
- Procurar Notícias  
 
 
25/05/2012 | Relator diz que crescem implicações contra Delta nacional. Situação de Veja é mais complicada ainda

 O relator da CPMI do Cachoeira, deputado Odair Cunha (PT-MG), disse na terça-feira (22) que cresce a necessidade de quebra de sigilo da empresa Delta nacional, após analisar os dados bancários das filiais da empresa no Centro-Oeste.

Odair descobriu que o ex-diretor da Delta, Cláudio Abreu, movimentou contas nacionais da empresa. “As contas da Delta nacional movimentadas por Cláudio Abreu foram instrumentos de transferências de dinheiro para empresas laranjas ou ligadas à organização criminosa. É um indício forte”, disse o relator.

“Eu não analisei todos os documentos, mas, com certeza, aumentam os indícios e a probabilidade de nós quebrarmos o sigilo da Delta nacional”, avaliou. Segundo o relator, Abreu tinha procuração e autorização dos donos da empresa para movimentar as contas nacionais.

“Este é mais um indício contundente e forte de que diretores nacionais da Delta tinham conhecimento do envolvimento de Cláudio Abreu com o contraventor”, disse o relator. “Nós já temos condições de afirmar que Cláudio Abreu movimentava as contas da Delta nacional. Ele era procurador. Logo, para fazer isso, ele tinha que ter conivência dos diretores nacionais”, disse o relator, que antes fora contrário a quebra de sigilo da Delta nacional por não haver indícios suficientes do envolvimento dela.

Se os índícios contra a Delta são fortes, os que envolvem a relação entre a revista Veja e a quadrilha de Cachoeira são muito mais. Foram mais de 200 ligações telefónicas entre o diretor de Veja em Brasília, Policarpo Jr, e o bicheiro Carlinhos Cachoeira. Dessa intensa relação surgiram matérias na revista de interesse do contraventor, a exemplo das que continham acusações contra a cúpula do Ministério dos Transportes, que resultaram na saída do ministro Alfredo Nascimento e do diretor do Dnit, Antonio Pagot. A Veja os acusou sabendo que a saída deles beneficiaria a Delta e que a empreiteira era ligada a Cachoeira. Em conversa telefonica com Cláudio Abreu, da Delta, o bicheiro revela que plantou na Veja, através de Policarpo Jr, matéria contra Pagot. Cachoeira: Policarpo, pô. (…) você lembra que eu te fiz umas perguntas do Pagot? Enfiei tudo no rabo do Pagot, aquela hora o Policarpo tava na minha frente. (…) o que eu plantei do Pagot aquela hora. Ele anotou tudo, viu. Uma beleza agora, Pagot tá fudido com ele.

Veja também sabia que o senador Demóstenes Torres (GO), ex-líder do Dem, era da quadrilha de Cachoeira. Mesmo assim bafejou o senador com várias lisonjas, entre as quais a que o aponta como um  dos “mosqueteiros da ética” (Edição 2015, 4 de julho de 2007).

Publicado no Jornal Hora do Povo, edição 3.059

 
Últimas Notícias
 
22/05/2017   -- Resolução Diretório Estadual Partido Pátria Livre RS
19/05/2017   -- Chega de ladrões! Eleições gerais já!
19/05/2017   -- Aécio pediu R$ 2 milhões e pegou. Dinheiro foi rastreado até parar em Perrella, o do helicóptero de cocaína
19/05/2017   -- Paim: ‘Quem votar pela PEC da Previdência não volta em 2018’
19/05/2017   -- Okamoto e Vaccari na agenda de Léo Pinheiro
 

 
Voltar


 Comente
 
COMENTÁRIOS:
18.05.2017
 Parente corta investimentos e privatiza Campo do Azulão.
19.05.2017
 Com manifestações e panelaço, povo vai às ruas após divulgação de gravações de Temer .
19.05.2017
 Molon protocola pedido de impeachment.
19.05.2017
 JBS: Mantega recebia a propina e distribuía.
19.05.2017
 Agendas e foto desmentem Lula.
19.05.2017
 Okamoto e Vaccari na agenda de Léo Pinheiro.
19.05.2017
  Paim: ‘Quem votar pela PEC da Previdência não volta em 2018’ .
19.05.2017
 Aécio pediu R$ 2 milhões e pegou. Dinheiro foi rastreado até parar em Perrella, o do helicóptero de cocaína.
06.05.2017
 PEC dos partidos corruptos passa na CCJ da Câmara.
06.05.2017
 A privatização do Satélite da Telebrás: mais uma ameaça à nossa soberania.
06.05.2017
 Sangria com juros aumenta no primeiro trimestre: R$ 110 bilhões .
06.05.2017
 Gilmar, Lewandowski e Toffoli afrontam o país.
06.05.2017
 Centrais convocam todos a Brasília em defesa da Previdência e da CLT.
06.05.2017
 Adesão à greve geral para o país contra ataques a direitos .
[+ Notícias]

Correio Eletrônico: pplrs@pplrs.com.br