Você está em: Home >> Notícias >> BC intervém para segurar pequena alta do dólar que dá fôlego à indústria
 
- Procurar Notícias  
 
 
25/05/2012 | BC intervém para segurar pequena alta do dólar que dá fôlego à indústria

 Foi só o dólar ter uma ligeira alta, alcançando na manhã de quarta-feira (23) o patamar de R$ 2,10, para o Banco Central atual no sentido de forçar sua baixa, fechando no final da tarde a R$ 2,04. Durante o dia, o BC realizou operações de swap tradicional, que equivale à venda de dólares no mercado futuro. No total, foram vendidos US$ 1,309 bilhão em contratos, em dois leilões com vencimento em 2 de julho e 1º de agosto.

Na terça-feira (22), o BC já havia realizado dois leilões de swap cambial tradicional para anular contratos de swap reverso (no total de US$ 2,470 bilhões), que equivalem à compra de dólares no mercado futuro.

Na semana passada, quando o dólar atingiu R$ 2,00, o presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Robson de Andrade, avaliou como positiva essa cotação e que não terá reflexos inflacionários. Segundo ele, o melhor para a indústria seria uma taxa entre R$ 2,40 e R$ 2,60. Mesmo assim, considerou que o pequeno aumento do dólar já é suficiente para dá um fôlego para a setor. “O câmbio do dólar a R$ 2,00 melhorou a situação da economia, da indústria e do Brasil. Ele dará mais competitividade à indústria brasileira, que estava sufocada”, disse. “Já é suficiente para termos uma recuperação importante, mas se subir um pouco ficará ainda melhor”, acrescentou.

“Se você pegar os últimos cinco anos, o real se valorizou 50%, 49% acima da inflação. Então acho que essa desvalorização do real frente ao dólar traz mais competitividade à indústria brasileira, não só para a indústria, mas para a economia brasileira. E certamente não cria inflação”, destacou o presidente da CNI.

 Publicado no Jornal Hora do Povo, edição 3.059

 
Últimas Notícias
 
27/11/2017   -- A vice-presidente do PPL/RS recebe homenagem da ALRS alusiva à Semana da Consciência Negra
22/11/2017   -- PPL inicia campanha à presidência: “Chega de roubalheira e recessão!”
06/10/2017   -- PPL-RS: NÃO à adesão do RS ao plano do governo federal de arrocho dos estados
06/10/2017   -- RS: Sartori anuncia venda de 49% do estatal Banrisul
06/10/2017   -- Presidente ladrão diz que imoral é o procurador que o pegou pelo pé
 

 
Voltar


 Comente
 
COMENTÁRIOS:
06.10.2017
 Presidente ladrão diz que imoral é o procurador que o pegou pelo pé.
06.10.2017
 RS: Sartori anuncia venda de 49% do estatal Banrisul.
03.07.2017
 Trabalhistas históricos fortalecem o PPL.
29.06.2017
 João Vicente Goulart se filiará ao PPL.
14.06.2017
 O manual da canalhice - ou como Temer escapou no TSE.
14.06.2017
 Trabalhadores nas ruas dizem “Não” às ‘reformas’ de Temer .
14.06.2017
 Boletim do BC reduz a 0,41% previsão para o PIB este ano.
14.06.2017
 Lucro das operadoras de saúde aumentou 70% em 2016, diz ANS.
14.06.2017
 Fux: os fatos são gravíssimos .
14.06.2017
 Gilmar defende impunidade para PMDB, PT e PSDB.
14.06.2017
 TSE livra chapa Dilma-Temer e vota pela ditadura da propina.
14.06.2017
 A luta pelo Brasil em um novo partido.
22.05.2017
 Resolução Diretório Estadual Partido Pátria Livre RS.
18.05.2017
 Parente corta investimentos e privatiza Campo do Azulão.
[+ Notícias]

Correio Eletrônico: pplrs@pplrs.org.br