Você está em: Home >> Notícias >> Movimentos sociais e sindicais entregam sugestões ao projeto que cria a EGR
 
- Procurar Notácias  
 
 
 
Créditos:Caroline Bicocchi/Palácio Piratini
30/05/2012 | Movimentos sociais e sindicais entregam sugestões ao projeto que cria a EGR

O governador Tarso Genro recebeu nesta terça-feira (29), as sugestões dos movimentos sociais e sindicais ao projeto de lei que cria a Empresa Gaúcha de Rodovias (EGR). O documento é o resultado de uma reunião realizada na segunda-feira (28), quando as entidades apresentaram ao governo uma série de reivindicações como a implantação dos pedágios comunitários, maior poder de fiscalização e controle social e a garantia de investimentos nas praças de pedágio.

A carta sinaliza o apoio à criação da EGR, condicionando que o Executivo devolva à União a gestão das rodovias federais, cabendo à nova empresa, apenas, a administração das rodovias estaduais, assim como 85% da receita sejam investidos em obras de infraestrutura nas estradas e que estes recursos não transitem pelo Caixa Único do Estado. O documento afirma, ainda, a importância de a EGR ter "uma gestão enxuta, eficiente, com contratações de profissionais celetistas e gestão com participação de usuários".

Tarso Genro destacou a importância das colaborações das entidades e salientou que o Executivo deve devolver as estradas federais à União, assim que encerrarem os contratos de concessão. Presente na reunião, o chefe da Casa Civil, Carlos Pestana, afirmou que as demandas apresentadas pelas entidades estão em sintonia com os objetivos do governo: "Através desse projeto, estamos cumprindo o compromisso de não renovar as concessões e de proporcionar aos cidadãos um serviço com mais qualidade e menor custo. Algumas questões que não estão no projeto serão contempladas através de emendas", assegurou.

O documento foi assinado pelas seguintes entidades e representações: Comitê de Controle Social, Setcergs, OAB, Assurcon, Coredes, CUT, CGTB, Fetraf Sul, MTD, Movimento dos Atingidos por Barragens, Movimento dos Sem Terras, Movimento dos Pequenos Agricultores, Via Campesina, Federação dos Metalúrgicos, Movimento União Brasil Caminhoneiro, Câmaras de Vereadores da Região Carbonífera e da Região Sul e Frente Parlamentar Contra a Prorrogação dos Pedágios.

Publicado no Portal do Estado do Rio Grande do Sul

 
Últimas Notícias
 
08/02/2018   -- NOTA AO POVO GAÚCHO
02/02/2018   -- Governo do RS deixa metade dos servidores sem salário
02/02/2018   -- Filho de Jango é lançado presidente em São Borja
02/02/2018   -- ALERGS não vota o pacote de Sartori
02/02/2018   -- Servidores Públicos reforçam convocação de greve geral dia 19
 

 
Voltar


 Comente
 
COMENTÁRIOS:
02.02.2018
 Aposentados fazem desfile-protesto contra assalto à Previdência.
02.02.2018
 Gasto com juros foi de R$ 400 bilhões em 2017.
02.02.2018
 Servidores Públicos reforçam convocação de greve geral dia 19.
02.02.2018
 ALERGS não vota o pacote de Sartori.
02.02.2018
 Governo do RS deixa metade dos servidores sem salário.
15.01.2018
 João Vicente Goulart condena “desmoralização” do Ministério do Trabalho.
15.01.2018
 Eleição com Lula é fraude!.
15.01.2018
 Ha-Joon Chang: “O Brasil está experimentando uma das maiores desindustrializações da história da economia”.
27.11.2017
 A vice-presidente do PPL/RS recebe homenagem da ALRS alusiva à Semana da Consciência Negra.
22.11.2017
 PPL inicia campanha à presidência: “Chega de roubalheira e recessão!”.
06.10.2017
 Presidente ladrão diz que imoral é o procurador que o pegou pelo pé.
06.10.2017
 RS: Sartori anuncia venda de 49% do estatal Banrisul.
06.10.2017
 PPL-RS: NÃO à adesão do RS ao plano do governo federal de arrocho dos estados.
03.07.2017
 Trabalhistas históricos fortalecem o PPL.
[+ Notícias]

Correio Eletrônico: pplrs@pplrs.org.br