Você está em: Home >> Notícias >> Em gravação da PF, Demóstenes e Cachoeira comemoram decisão de Gilmar sobre a Celg
 
- Procurar Notácias  
 
 
06/06/2012 | Em gravação da PF, Demóstenes e Cachoeira comemoram decisão de Gilmar sobre a Celg

Uma das gravações feitas pela Polícia Federal, durante a Operação Monte Carlo, mostra um telefonema entre o senador Demóstenes Torres (ex-DEM/GO) e o bicheiro Carlinhos Cachoeira, no qual o parlamentar comemora o fato do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, ter puxado para o STF uma ação bilionária envolvendo a Companhia Energética de Goiás(Celg).

A Celg estava imersa em dívidas que somavam cerca de R$ 6 bilhões. Demóstenes contou a Cachoeira que Gilmar Mendes conseguiria abater cerca de metade do valor com uma decisão judicial. No caso, “puxar para o Supremo” se refere a um instrumento processual que permite aos ministros escolherem os recursos que vão julgar.

A transcrição do diálogo que ocorreu no dia 16 de agosto de 2011 revela, inclusive, que Demóstenes se refere ao ministro do STF com bastante intimidade, tratando-o apenas como “Gilmar”.

Demóstenes: “Conseguimos puxar para o Supremo uma ação da Celg aí, viu? O Gilmar mandou buscar. Deu repercussão geral pro trem aí.”

Demóstenes: “Dependendo da decisão dele, pode ser que essa Celg… essa Celg se salva (sic), viu?... Eu acho que esse trem pode dar certo, viu? Ele que consegue tirar uns dois… três bilhões das costas da Celg. Aí dá uma levantada, viu?”

Cachoeira: “Nossa senhora! Bom pra caceta, hein?”


A Celg foi motivo de embate entre o Estado de Goiás e a União, quando, no fim de 2010, o então governador eleito Marconi Perillo (PSDB) anunciou que não cumpriria um acordo negociado entre a gestão Alcides Rodrigues (PP) e o governo federal, que previa empréstimos da Caixa Econômica Federal (CEF) ao Estado de Goiás para tirar a companhia energética do atoleiro.

Publicado no Jornal Hora do Povo, edição 3.062

 
Últimas Notícias
 
17/04/2018   -- Cientistas Engajados disputarão as eleições em 2018
13/03/2018   -- PPL apresenta candidatura de João Goulart Filho a presidente da República
12/03/2018   -- PPL decide: João Goulart e Léo Alves para Presidência e Vice-Presidência do Brasil
08/02/2018   -- NOTA AO POVO GAÚCHO
02/02/2018   -- Governo do RS deixa metade dos servidores sem salário
 

 
Voltar


 Comente
 
COMENTÁRIOS:
12.03.2018
 PPL decide: João Goulart e Léo Alves para Presidência e Vice-Presidência do Brasil.
02.02.2018
 Aposentados fazem desfile-protesto contra assalto à Previdência.
02.02.2018
 Gasto com juros foi de R$ 400 bilhões em 2017.
02.02.2018
 Servidores Públicos reforçam convocação de greve geral dia 19.
02.02.2018
 ALERGS não vota o pacote de Sartori.
02.02.2018
 Governo do RS deixa metade dos servidores sem salário.
02.02.2018
 Filho de Jango é lançado presidente em São Borja.
22.01.2018
 Resolução da Executiva Estadual do Partido Pátria Livre – RS.
15.01.2018
 João Vicente Goulart condena “desmoralização” do Ministério do Trabalho.
15.01.2018
 Eleição com Lula é fraude!.
15.01.2018
 Ha-Joon Chang: “O Brasil está experimentando uma das maiores desindustrializações da história da economia”.
27.11.2017
 A vice-presidente do PPL/RS recebe homenagem da ALRS alusiva à Semana da Consciência Negra.
22.11.2017
 PPL inicia campanha à presidência: “Chega de roubalheira e recessão!”.
06.10.2017
 Presidente ladrão diz que imoral é o procurador que o pegou pelo pé.
[+ Notícias]

Correio Eletrônico: pplrs@pplrs.org.br