Você está em: Home >> Notícias >> PPL do Rio Grande do Sul realiza 2º congresso estadual
 
- Procurar Notícias  
 
 
 
17/09/2011 | PPL do Rio Grande do Sul realiza 2º congresso estadual

O Diretório estadual do Rio Grande do Sul do Partido Pátria Livre – PPL realizou neste sábado, 17 de setembro, no Hotel Everest em Porto Alegre, seu 2º Congresso Estadual visando organizar o partido para as eleições municipais de 2012 e eleger os delegados para o congresso nacional da legenda. 

 

O Congresso contou com a participação de cerca de 300 filiados do partido. Participaram da mesa de abertura do evento o governador Tarso Genro; o Presidente da Assembleia Legislativa, deputado Adão Villaverde; o Secretário-Geral do Governo, Estilac Xavier; o Secretário do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social do RS, Marcelo Danéris; o Secretário da Justiça e dos Direitos Humanos, Fabiano Pereira; a presidente da Câmara Municipal de Porto Alegre, vereadora Sofia Cavedon; o presidente estadual do PSB, Caleb de Oliveira; o vice-presidente estadual do PDT, Antônio de Pádua; o deputado estadual Raul Carrion representando o PCdoB; o representante do PR, Coronel Arlindo Bonetti; o vereador de Porto Alegre, Toni Proença; o vereador de Santa Maria e Vice-Presidente estadual do PPL, Werner Rempel; além da presidente estadual do PPL, Mari Perusso e do membro da executiva nacional do partido, Márcio Cabreira.

 

Ao abrir o Congresso, a presidente estadual do PPL Mari Perusso comemorou o resultado de dois anos de trabalho da militância do partido que colheu mais de 120 mil assinaturas no Rio Grande do Sul, das quais 77 mil foram certificadas pelo TRE e compõe o quadro de 505 mil apoiamentos ao registro do PPL entregue ao Tribunal Superior Eleitoral no dia 24 de agosto, e ressaltou o crescimento do partido no estado: “Iniciamos uma nova etapa após dois anos de coleta de assinaturas para o pedido de registro do partido junto ao TSE no último dia 24 de agosto. Certificamos assinaturas em 247 municípios gaúchos, e o PPL está organizado hoje em 42 municípios do Rio Grande do Sul. Agora vamos entrar num novo momento, organizando o PPL no maior número de municípios possível para estarmos nas Câmaras de Vereadores e nas Prefeituras. Vamos construir o partido e ser o esteio da organização social para dar apoio às transformações necessárias na sociedade”, concluiu.

 

Em seguida, o membro da Executiva Nacional do partido, Márcio Cabreira, apresentou o informe político onde destacou que “o PPL vem para somar, não pretende ser o dono da verdade e nem que a sua verdade fique isolada entre quatro paredes”. Cabreira lembrou a história de valentia e coragem do povo gaúcho, e seu espírito solidário na busca por justiça social, que têm em Julio de Castilhos, Getúlio Vargas, João Goulart, Leonel Brizola e outros, figuras determinantes da formação política gaúcha. Também mostrou o cenário econômico mundial, com a crise do sistema capitalista, onde a receita para o Brasil enfrentá-la passa pela potencialização do mercado interno: “Diminuir os juros e incentivar o desenvolvimento foi a receita utilizada pelo presidente Lula em 2008. Devemos seguir o mesmo caminho, apostando na nossa capacidade e força para enfrentar esta crise. Manter a atual taxa de juros significa a auto-mutilação da nossa economia, a condenação do nosso crescimento e do nosso futuro enquanto nação independente. O PPL deve se dispor a ser herdeiro da luta do heróico companheiro José de Alencar pela redução dos juros”.

 

Ao finalizar o informe político, Cabreira ressaltou a contrução da frente política no Rio Grande do Sul, com a “vitória de um projeto que tem por objetivo resgatar o papel do estado no cenário nacional e possibilitar, sobretudo aos que mais precisam, condições dignas de vida. O PPL tem participado ativamente do Governo Tarso Genro por que acreditamos que estamos no caminho certo, constuindo as condições para que, ao final deste governo, tenhamos um Rio Grande com outra face”, concluiu.

 

O governador Tarso Genro, por sua vez, fez uma leitura da crise mundial: “observamos na crise européia um sinal muito importante pro futuro da República. Não é apenas a crise e decadência do projeto neoliberal, mas também uma brutal agressão à República e à democracia. O ovo da serpente começa a se reavivar no recrudescimento da direita autoritária, na luta contra os imigrantes, na quebra de conquistas sociais”, analisou. “Esta cartilha européia também é um filme brasileiro que foi derrotado com as eleições de Lula e Dilma, mas esse combate ainda não terminou. Ele aparece a cada momento do debate político. Aparece principalmente no discurso de que a economia brasileira para se modernizar tem que rezar por esses padrões. O PPL integra a frente de partidos que se confrontam com essa idéia”, saudou ou o governador.

 

Tarso comemorou ainda a entrega do pedido de registro do PPL ao TSE: “Eu vejo na face de vocês um contingente de pessoas que vem se somar na luta nacional-desenvolvimentista, um projeto partidário que vem se somar à esquerda. É importante que tenhamos muitos partidos de esquerda aqui no Brasil, dada sociedade multifacetada que temos, para compor o projeto da revolução democrática que está em curso”. E concluiu: “Tem duas formas de se comunicar com o mundo: ou ajoelhado e submisso como fez o PSDB, ou de maneira altaneira e soberana. Viva o PPL!”.

 

No final do Congresso foi eleita a nova composição do Diretório Estadual do PPL e foi reeleita Mari Perusso para presidir o partido no Rio Grande do Sul. Também foram eleitos os Delegados do estado para o Congresso Nacional do PPL, que acontece nos próximos dias 24 e 25 em São Paulo.

 
Últimas Notícias
 
18/03/2017   -- Atos dizem NÃO a Temer & súcia em defesa da Previdência e CLT
18/03/2017   -- Michel Temer, Gilmar, Rodrigo Maia e Eunício tramam contra a Lava Jato
16/03/2017   -- Não tem déficit na Previdência, o que tem é muito roubo
18/01/2017   -- Fernando Siqueira: “o acordo com Total é um ato criminoso”
18/01/2017   -- Para Ciro, conchavo PT-Temer na Câmara é uma traição imoral
 

 
Voltar


 Comente
 
COMENTÁRIOS:
Sabrer sobre o registro do ppl.
RICARDO MARTINS
Tupanciretã
 
18.03.2017
 Michel Temer, Gilmar, Rodrigo Maia e Eunício tramam contra a Lava Jato.
18.01.2017
 Para Ciro, conchavo PT-Temer na Câmara é uma traição imoral.
18.01.2017
 Fernando Siqueira: “o acordo com Total é um ato criminoso”.
13.12.2016
 Wagner e assessor especial de Dilma receberam suborno.
13.12.2016
 Geddel se sentia passado para trás.
13.12.2016
 Renan recebia pixuleco através de Jucá.
13.12.2016
 Padilha e Moreira Franco eram os prepostos de Temer que abasteciam PMDB da Câmara.
13.12.2016
 “PEC 55 só favorece especulador”, afirma o economista Nilson Araújo.
13.12.2016
 PEC do roubo à Previdência barra aposentadoria plena antes dos 70 .
13.12.2016
 Juros altos e sem investimentos, PIB recua 0,8% no 3º trimestre.
13.12.2016
 Governo, Congresso e STF estão podres. Eleições Gerais Já!.
23.11.2016
 Governo apresenta novo pacote de arrocho contra servidores gaúchos.
23.11.2016
 Contra a PEC 241/55 e o Pacote do Sartori.
21.10.2016
 Ipea diz que PEC 241 vai tirar 868 bilhões da assistência Social.
[+ Notícias]

Correio Eletrônico: pplrs@pplrs.com.br