Você está em: Home >> Notícias >> Ata do Copom constata desaceleração maior e defende arrocho salarial
 
- Procurar Notícias  
 
 
14/06/2012 | Ata do Copom constata desaceleração maior e defende arrocho salarial

A ata da última reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central sinaliza mais cortes da taxa básica de juros com “parcimônia”. “Mesmo considerando que a recuperação da atividade vem ocorrendo mais lentamente do que se antecipava, o Copom entende que, dados os efeitos cumulativos e defasados das ações de política implementadas até o momento, qualquer movimento de flexibilização monetária adicional deve ser conduzido com parcimônia”, diz o documento.

Na reunião, a taxa Selic foi reduzida de 9,0% para 8,5% ao ano. Com isso, a taxa básica real de juros diminuiu de 3,3% para 2,8% ao ano, a terceira maior do mundo, atrás de Rússia (4,3%) e China (3,1%). A média real dos juros das 40 maiores economia no mundo continua negativa: -0,5%.

O BC reafirma a desaceleração da economia: “O Copom avalia que a desaceleração da economia brasileira no segundo semestre do ano passado foi maior do que se antecipava, e que a recuperação tem se materializado de forma bastante gradual”.

A ata registra o confisco de recursos do Orçamento para os bancos. “Em relação à política fiscal, considera-se o cumprimento da meta de superávit primário de R$ 139,8 bilhões (cerca de 3,10% do PIB)”. “Além disso, admite-se, como hipótese de trabalho, a geração de superávit primário de R$ 155,9 bilhões (cerca de 3,10% do PIB), sem ajustes, em 2013”.

E mesmo constatando a desaceleração econômica, o BC mantém sua campanha contra o aumento dos salários: “Um risco importante reside na possibilidade de concessão de aumentos de salários incompatíveis com o crescimento da produtividade e suas repercussões negativas sobre a dinâmica da inflação”.

Publicado no Jornal Hora do Povo, edição 3.064

 
Últimas Notícias
 
22/05/2017   -- Resolução Diretório Estadual Partido Pátria Livre RS
19/05/2017   -- Chega de ladrões! Eleições gerais já!
19/05/2017   -- Aécio pediu R$ 2 milhões e pegou. Dinheiro foi rastreado até parar em Perrella, o do helicóptero de cocaína
19/05/2017   -- Paim: ‘Quem votar pela PEC da Previdência não volta em 2018’
19/05/2017   -- Okamoto e Vaccari na agenda de Léo Pinheiro
 

 
Voltar


 Comente
 
COMENTÁRIOS:
18.05.2017
 Parente corta investimentos e privatiza Campo do Azulão.
19.05.2017
 Com manifestações e panelaço, povo vai às ruas após divulgação de gravações de Temer .
19.05.2017
 Molon protocola pedido de impeachment.
19.05.2017
 JBS: Mantega recebia a propina e distribuía.
19.05.2017
 Agendas e foto desmentem Lula.
19.05.2017
 Okamoto e Vaccari na agenda de Léo Pinheiro.
19.05.2017
  Paim: ‘Quem votar pela PEC da Previdência não volta em 2018’ .
19.05.2017
 Aécio pediu R$ 2 milhões e pegou. Dinheiro foi rastreado até parar em Perrella, o do helicóptero de cocaína.
06.05.2017
 PEC dos partidos corruptos passa na CCJ da Câmara.
06.05.2017
 A privatização do Satélite da Telebrás: mais uma ameaça à nossa soberania.
06.05.2017
 Sangria com juros aumenta no primeiro trimestre: R$ 110 bilhões .
06.05.2017
 Gilmar, Lewandowski e Toffoli afrontam o país.
06.05.2017
 Centrais convocam todos a Brasília em defesa da Previdência e da CLT.
06.05.2017
 Adesão à greve geral para o país contra ataques a direitos .
[+ Notícias]

Correio Eletrônico: pplrs@pplrs.com.br