Você está em: Home >> Notícias >> Deputado quer que José Serra se explique na CPI do Cachoeira
 
- Procurar Notácias  
 
 
14/06/2012 | Deputado quer que José Serra se explique na CPI do Cachoeira

O deputado Dr. Rosinha (PT-PR) entrou com requerimento na Comisão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) do Cachoeira pedindo a convocação de José Serra (PSDB) para que ele explique as denúncias de irregularidade nos contratos entre a Prefeitura de São Paulo e a construtora Delta durante sua gestão.

“A construtora Delta chegou à Prefeitura de São Paulo quando o Serra era prefeito e depois ampliou suas contas com o governo do Estado, quando ele era governador”, disse o deputado. Segundo a Polícia Federal, a Delta era um dos braços da organização criminosa.

Dr. Rosinha também defendeu a convocação do ex-diretor de engenharia da estatal paulista Desenvolvimento Rodoviário S/A (Dersa) Paulo Vieira de Souza, conhecido como Paulo Preto. Nas eleições presidenciais de 2010, Paulo Preto foi o arrecadador do caixa dois do PSDB. Depois, acabou sumindo com 4 milhões da campanha de Serra que na época era candidato à Presidência da República.

Paulo Preto já disse que criou condições para que houvesse aporte de recursos nas campanhas do PSDB.

O deputado também pediu a convocação, na condição de testemunha, do secretário de Educação de Goiás, deputado federal licenciado Thiago Peixoto (PSD), pré-candidato do governador de Goiás, Marconi Perillo (PSDB), à Prefeitura de Goiânia. Sua candidatura, contudo, se enfraqueceu após ter sido citado em um áudio por Gleyb Ferreira da Cruz, apontado pela Polícia Federal como auxiliar de Cachoeira. Na conversa, Cruz disse que Peixoto repassou modelos de escolas chinesas que o grupo de Cachoeira construiria para posterior aluguel pelo Estado

Publicado no Jornal Hora do Povo, edição 3.064

 
Últimas Notícias
 
08/02/2018   -- NOTA AO POVO GAÚCHO
02/02/2018   -- Governo do RS deixa metade dos servidores sem salário
02/02/2018   -- Filho de Jango é lançado presidente em São Borja
02/02/2018   -- ALERGS não vota o pacote de Sartori
02/02/2018   -- Servidores Públicos reforçam convocação de greve geral dia 19
 

 
Voltar


 Comente
 
COMENTÁRIOS:
02.02.2018
 Aposentados fazem desfile-protesto contra assalto à Previdência.
02.02.2018
 Gasto com juros foi de R$ 400 bilhões em 2017.
02.02.2018
 Servidores Públicos reforçam convocação de greve geral dia 19.
02.02.2018
 ALERGS não vota o pacote de Sartori.
02.02.2018
 Governo do RS deixa metade dos servidores sem salário.
15.01.2018
 João Vicente Goulart condena “desmoralização” do Ministério do Trabalho.
15.01.2018
 Eleição com Lula é fraude!.
15.01.2018
 Ha-Joon Chang: “O Brasil está experimentando uma das maiores desindustrializações da história da economia”.
27.11.2017
 A vice-presidente do PPL/RS recebe homenagem da ALRS alusiva à Semana da Consciência Negra.
22.11.2017
 PPL inicia campanha à presidência: “Chega de roubalheira e recessão!”.
06.10.2017
 Presidente ladrão diz que imoral é o procurador que o pegou pelo pé.
06.10.2017
 RS: Sartori anuncia venda de 49% do estatal Banrisul.
06.10.2017
 PPL-RS: NÃO à adesão do RS ao plano do governo federal de arrocho dos estados.
03.07.2017
 Trabalhistas históricos fortalecem o PPL.
[+ Notícias]

Correio Eletrônico: pplrs@pplrs.org.br