Você está em: Home >> Notícias >> Requião: “É preciso acabar com essa história de que investimento em custeio não é saudável na economia”
 
- Procurar Notícias  
 
 
14/06/2012 | Requião: “É preciso acabar com essa história de que investimento em custeio não é saudável na economia”

O senador Roberto Requião (PMDB-PR) afirmou na sexta-feira (8) que somente um aumento dos investimentos públicos poderá reverter a tendência de baixo desempenho do Produto Interno Bruto (PIB) neste ano. Para o senador é preciso “acabar com essa história de que investimento em custeio não é um investimento saudável na economia brasileira”.

O senador relembrou em discurso no pleno do Senado, que durante o início da crise nos EUA em 2008, o presidente Lula, com as medidas adotadas conteve a crise, mantendo um crescimento do PIB de 7,5%.

No entanto, a atual situação, “as autoridades econômicas, com medo de uma elevação do PIB extraordinariamente alta, resolveram colocar freios nesse processo, e colocou freios exageradamente rigorosos”.

“A queda do Produto Interno Bruto do Brasil, de 7,5% para os miseráveis 2,7%, do ano passado, se deveu muito menos à crise internacional e muito mais ao rigor na gestão da economia interna, absolutamente desequilibrado”, destacou.

Para Requião, “a mão errada” da equipe econômica “baixou para 2,7%. E agora nós não temos mais aquele clima de economia ascendente que facilitou a ação do governo sob o comando do presidente Lula”. 

Requião destacou a necessidade de ampliar os investimentos no país, tanto do governo federal, quanto dos governos estaduais, que, segundo ele, “estão sem condição de investimento”. “Os Estados estão estrangulados, por exemplo, pelo pagamento da dívida com a União”, destacou.

“Se nós não tivermos investimentos hoje, nós vamos chegar a uma situação em que o Governo da União não vai receber rigorosamente nada, e essa dívida foi inflada com juros absurdos, numa circunstância completamente diversa da circunstância que nós vivemos”, pontuou o senador.

Requião sugeriu que o governo federal realize um acordo com estados e municípios “para que o pagamento desta dívida, que chega a R$ 29,3 bilhões por ano, seja investido de forma descentralizada”. “Investido no quê?”, indagou o senador, “investido em infraestrutura, em saneamento básico”.

“Investido em infraestrutura rodoviária, em infraestrutura ferroviária, em portos, enfim, investimentos básicos em infraestrutura descentralizados na mão de 27 Estados”, afirmou. “Nossa economia está precisando de injeção imediata de recursos”, asseverou.

“Nesse caso, indicam-se investimentos em custeio. Acabar com essa história de que investimento em custeio não é um investimento saudável na economia brasileira”, enfatizou Requião.

Em seu pronunciamento, o senador ressaltou a necessidade da “integração definitiva da América do Sul”. Ele lembrou ainda que a Venezuela ainda não está integrada no Mercosul.
“Nós precisamos integrar a Venezuela no Mercosul e montar um programa de desenvolvimento regional, industrial, fundamental para a sobrevivência de todos os nossos países”, disse Requião.

Publicado no Jornal Hora do Povo, edição 3.064

 
Últimas Notícias
 
18/03/2017   -- Atos dizem NÃO a Temer & súcia em defesa da Previdência e CLT
18/03/2017   -- Michel Temer, Gilmar, Rodrigo Maia e Eunício tramam contra a Lava Jato
16/03/2017   -- Não tem déficit na Previdência, o que tem é muito roubo
18/01/2017   -- Fernando Siqueira: “o acordo com Total é um ato criminoso”
18/01/2017   -- Para Ciro, conchavo PT-Temer na Câmara é uma traição imoral
 

 
Voltar


 Comente
 
COMENTÁRIOS:
18.03.2017
 Michel Temer, Gilmar, Rodrigo Maia e Eunício tramam contra a Lava Jato.
18.01.2017
 Para Ciro, conchavo PT-Temer na Câmara é uma traição imoral.
18.01.2017
 Fernando Siqueira: “o acordo com Total é um ato criminoso”.
13.12.2016
 Wagner e assessor especial de Dilma receberam suborno.
13.12.2016
 Geddel se sentia passado para trás.
13.12.2016
 Renan recebia pixuleco através de Jucá.
13.12.2016
 Padilha e Moreira Franco eram os prepostos de Temer que abasteciam PMDB da Câmara.
13.12.2016
 “PEC 55 só favorece especulador”, afirma o economista Nilson Araújo.
13.12.2016
 PEC do roubo à Previdência barra aposentadoria plena antes dos 70 .
13.12.2016
 Juros altos e sem investimentos, PIB recua 0,8% no 3º trimestre.
13.12.2016
 Governo, Congresso e STF estão podres. Eleições Gerais Já!.
23.11.2016
 Governo apresenta novo pacote de arrocho contra servidores gaúchos.
23.11.2016
 Contra a PEC 241/55 e o Pacote do Sartori.
21.10.2016
 Ipea diz que PEC 241 vai tirar 868 bilhões da assistência Social.
[+ Notícias]

Correio Eletrônico: pplrs@pplrs.com.br