Você está em: Home >> Notícias >> Requião: “É preciso acabar com essa história de que investimento em custeio não é saudável na economia”
 
- Procurar Notácias  
 
 
14/06/2012 | Requião: “É preciso acabar com essa história de que investimento em custeio não é saudável na economia”

O senador Roberto Requião (PMDB-PR) afirmou na sexta-feira (8) que somente um aumento dos investimentos públicos poderá reverter a tendência de baixo desempenho do Produto Interno Bruto (PIB) neste ano. Para o senador é preciso “acabar com essa história de que investimento em custeio não é um investimento saudável na economia brasileira”.

O senador relembrou em discurso no pleno do Senado, que durante o início da crise nos EUA em 2008, o presidente Lula, com as medidas adotadas conteve a crise, mantendo um crescimento do PIB de 7,5%.

No entanto, a atual situação, “as autoridades econômicas, com medo de uma elevação do PIB extraordinariamente alta, resolveram colocar freios nesse processo, e colocou freios exageradamente rigorosos”.

“A queda do Produto Interno Bruto do Brasil, de 7,5% para os miseráveis 2,7%, do ano passado, se deveu muito menos à crise internacional e muito mais ao rigor na gestão da economia interna, absolutamente desequilibrado”, destacou.

Para Requião, “a mão errada” da equipe econômica “baixou para 2,7%. E agora nós não temos mais aquele clima de economia ascendente que facilitou a ação do governo sob o comando do presidente Lula”. 

Requião destacou a necessidade de ampliar os investimentos no país, tanto do governo federal, quanto dos governos estaduais, que, segundo ele, “estão sem condição de investimento”. “Os Estados estão estrangulados, por exemplo, pelo pagamento da dívida com a União”, destacou.

“Se nós não tivermos investimentos hoje, nós vamos chegar a uma situação em que o Governo da União não vai receber rigorosamente nada, e essa dívida foi inflada com juros absurdos, numa circunstância completamente diversa da circunstância que nós vivemos”, pontuou o senador.

Requião sugeriu que o governo federal realize um acordo com estados e municípios “para que o pagamento desta dívida, que chega a R$ 29,3 bilhões por ano, seja investido de forma descentralizada”. “Investido no quê?”, indagou o senador, “investido em infraestrutura, em saneamento básico”.

“Investido em infraestrutura rodoviária, em infraestrutura ferroviária, em portos, enfim, investimentos básicos em infraestrutura descentralizados na mão de 27 Estados”, afirmou. “Nossa economia está precisando de injeção imediata de recursos”, asseverou.

“Nesse caso, indicam-se investimentos em custeio. Acabar com essa história de que investimento em custeio não é um investimento saudável na economia brasileira”, enfatizou Requião.

Em seu pronunciamento, o senador ressaltou a necessidade da “integração definitiva da América do Sul”. Ele lembrou ainda que a Venezuela ainda não está integrada no Mercosul.
“Nós precisamos integrar a Venezuela no Mercosul e montar um programa de desenvolvimento regional, industrial, fundamental para a sobrevivência de todos os nossos países”, disse Requião.

Publicado no Jornal Hora do Povo, edição 3.064

 
Últimas Notícias
 
17/04/2018   -- Cientistas Engajados disputarão as eleições em 2018
13/03/2018   -- PPL apresenta candidatura de João Goulart Filho a presidente da República
12/03/2018   -- PPL decide: João Goulart e Léo Alves para Presidência e Vice-Presidência do Brasil
08/02/2018   -- NOTA AO POVO GAÚCHO
02/02/2018   -- Governo do RS deixa metade dos servidores sem salário
 

 
Voltar


 Comente
 
COMENTÁRIOS:
12.03.2018
 PPL decide: João Goulart e Léo Alves para Presidência e Vice-Presidência do Brasil.
02.02.2018
 Aposentados fazem desfile-protesto contra assalto à Previdência.
02.02.2018
 Gasto com juros foi de R$ 400 bilhões em 2017.
02.02.2018
 Servidores Públicos reforçam convocação de greve geral dia 19.
02.02.2018
 ALERGS não vota o pacote de Sartori.
02.02.2018
 Governo do RS deixa metade dos servidores sem salário.
02.02.2018
 Filho de Jango é lançado presidente em São Borja.
22.01.2018
 Resolução da Executiva Estadual do Partido Pátria Livre – RS.
15.01.2018
 João Vicente Goulart condena “desmoralização” do Ministério do Trabalho.
15.01.2018
 Eleição com Lula é fraude!.
15.01.2018
 Ha-Joon Chang: “O Brasil está experimentando uma das maiores desindustrializações da história da economia”.
27.11.2017
 A vice-presidente do PPL/RS recebe homenagem da ALRS alusiva à Semana da Consciência Negra.
22.11.2017
 PPL inicia campanha à presidência: “Chega de roubalheira e recessão!”.
06.10.2017
 Presidente ladrão diz que imoral é o procurador que o pegou pelo pé.
[+ Notícias]

Correio Eletrônico: pplrs@pplrs.org.br