Você está em: Home >> Notícias >> Governador garante que EGR irá reduzir tarifas de pedágio
 
- Procurar Notícias  
 
 
14/06/2012 | Governador garante que EGR irá reduzir tarifas de pedágio

A imediata redução das tarifas de pedágio e a extinção do polo de Farroupilha serão as primeiras medidas a serem adotadas pela Empresa Gaúcha de Rodovias (EGR) assim que se encerrarem os atuais contratos com as concessionárias. A garantia foi dada pelo governador Tarso Genro em entrevista coletiva concedida nesta quarta-feira (13), no Palácio Piratini. Tarso também reafirmou que esses contratos serão cumpridos até o último dia, mas não serão renovados.

"Este sistema fechado de polos se demonstrou um sistema cruel e altamente negativo, que a comunidade não aceita, então nós temos que remodelar", afirmou o governador, ao explicar que um estudo irá apontar o percentual que poderá ser reduzido nos preços das tarifas. Tarso lembrou que as próprias empresas haviam informado que poderiam baixar o pedágio em torno de 30% sem prejuízo nos serviços. "Isso significa que existe uma folga real e as tarifas vão ser rebaixadas no dia exato em que terminarem as concessões", garantiu.

Acompanhado dos secretários da Casa Civil, Carlos Pestana, da Infraestrutura e Logística (Seinfra), Beto Albuquerque, e da Assessoria Superior, João Victor Domingues, o chefe do Executivo agradeceu o empenho dos deputados da base aliada do Governo e assegurou que a EGR será uma empresa-meio e com a finalidade determinada de executar a transição para o novo modelo de administração das rodovias. "Ela terá uma estrutura enxuta, ágil e organizadora de uma prestação de serviços para o Poder Público".

De acordo com o Projeto de Lei, a nova empresa tem um prazo de até 120 dias para a sua instalação. Os funcionários serão admitidos mediante concurso público e regido pela Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT). Sua estrutura será organizada pelo Conselho de Administração.

Daer

O governador informou que está em curso um processo de modernização e reestruturação do Departamento Autônomo de Estradas e Rodagem (Daer), com treinamento de pessoal, novo planejamento para gestão dos recursos e preparação de um novo concurso público para a contratação de novos servidores. "O Daer tem funcionários experientes e qualificados, mas foi esvaziado tecnicamente por sucessivos governos e nós vamos recuperá-lo. Mas como ele foi esvaziado e sucateado durante esse tempo, seria difícil que ele pudesse, em curto prazo, manter esse trabalho com uma empresa dessa natureza".

Novo ciclo

Na entrevista, Tarso Genro afirmou que a aprovação dos 24 projetos de lei do Executivo no mês de junho marca o início da transição para um novo período do Governo. Para o governador, as novas leis permitem a execução das reformas administrativas e a reestruturação necessária a alguns órgãos, como a Secretaria de Obras, o Departamento de Combate à Corrupção e a Central de Licitações. "É uma mudança de agenda. Após as reformas, podemos passar para o ‘fazer e executar'', que está em um plano superior", afirmou.

Publicado no Portal do Estado do Rio Grande do Sul

 
Últimas Notícias
 
18/03/2017   -- Atos dizem NÃO a Temer & súcia em defesa da Previdência e CLT
18/03/2017   -- Michel Temer, Gilmar, Rodrigo Maia e Eunício tramam contra a Lava Jato
16/03/2017   -- Não tem déficit na Previdência, o que tem é muito roubo
18/01/2017   -- Fernando Siqueira: “o acordo com Total é um ato criminoso”
18/01/2017   -- Para Ciro, conchavo PT-Temer na Câmara é uma traição imoral
 

 
Voltar


 Comente
 
COMENTÁRIOS:
18.03.2017
 Michel Temer, Gilmar, Rodrigo Maia e Eunício tramam contra a Lava Jato.
18.01.2017
 Para Ciro, conchavo PT-Temer na Câmara é uma traição imoral.
18.01.2017
 Fernando Siqueira: “o acordo com Total é um ato criminoso”.
13.12.2016
 Wagner e assessor especial de Dilma receberam suborno.
13.12.2016
 Geddel se sentia passado para trás.
13.12.2016
 Renan recebia pixuleco através de Jucá.
13.12.2016
 Padilha e Moreira Franco eram os prepostos de Temer que abasteciam PMDB da Câmara.
13.12.2016
 “PEC 55 só favorece especulador”, afirma o economista Nilson Araújo.
13.12.2016
 PEC do roubo à Previdência barra aposentadoria plena antes dos 70 .
13.12.2016
 Juros altos e sem investimentos, PIB recua 0,8% no 3º trimestre.
13.12.2016
 Governo, Congresso e STF estão podres. Eleições Gerais Já!.
23.11.2016
 Governo apresenta novo pacote de arrocho contra servidores gaúchos.
23.11.2016
 Contra a PEC 241/55 e o Pacote do Sartori.
21.10.2016
 Ipea diz que PEC 241 vai tirar 868 bilhões da assistência Social.
[+ Notícias]

Correio Eletrônico: pplrs@pplrs.com.br