Você está em: Home >> Notícias >> Exportações do Rio Grande do Sul crescem 27,9%
 
- Procurar Notícias  
 
 
 
22/09/2011 | Exportações do Rio Grande do Sul crescem 27,9%

* Notícia publicada originalmente no site do Governo do Estado.

 

As exportações do Rio Grande do Sul cresceram 27,9% nos primeiros oito meses de 2011. O índice foi divulgado na manhã desta quarta-feira (21), pela Fundação de Economia e Estatística (FEE), vinculada à Secretaria do Planejamento, Gestão e Participação Cidadã. No total, o Rio Grande do Sul acumulou US$ 12,9 bilhões em exportações até agosto. A ampliação do volume de exportações, que foi de 7% no Estado, é maior do que o percentual verificado no índice nacional, de 2,9%. Com estes números, o RS mantém-se como o quarto maior Estado exportador do País, abaixo de São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro.

 

De acordo com o economista Bruno Breyer Caldas, que apresentou o estudo do Núcleo de Produtos Estatísticos da FEE, o cálculo de aumento do volume de exportações é um dos principais indicadores, por dimensionar a quantidade de carga. "Aumentar o preço não tem impacto no crescimento, mas se aumentarmos as exportações em volume, o Rio Grande do Sul está se inserindo em competividade com os outros estados: é um bom indicador de produção", ressalta. O crescimento das exportações do Estado em volume (7%) foi superior à média nacional (2,9%).


Seguindo a tendência que já apontou o setor agropecuário como principal impulso ao crescimento econômico no Estado, as exportações agropecuárias foram as que mais subiram: 72,6%. "O complexo agroindustrial é o carro-chefe das nossas exportações", destacou Caldas. A exportação dos grãos de soja, que somam US$ 772,5 milhões, teve crescimento de 54,4%, e o trigo ainda superior: 594,3%, permanecendo, entretanto, abaixo da soja em valores totais (US$ 386,4 milhões).


Os principais setores de exportação no Rio Grande do Sul são a indústria de transformação (74,6%), que reúne todos os produtos derivados da matéria-prima, e o setor de agricultura e pecuária (23,6%). O complexo agroindustrial predomina no Estado por gerar a matéria-prima e os principais produtos derivados nas exportações gaúchas: óleo de soja, bovinos, suinos e carnes congeladas estão em primeiro lugar como produto principal (Produtos Alimentícios e bebidas/ 32,4%).



Crescimento das vendas para a China

 

Entre os destinos das exportações gaúchas, destaca-se o crescimento das vendas para a China, que é o país que mais recebe produtos do Rio Grande do Sul (16,9% do total de exportações). Em índices gerais de ampliação das exportações até agosto, os países que mais incrementaram a compra da produção gaúcha foram Argélia (+1.020%), Taiwan (+386,7%) e França (+221,9%). Os três principais destinos das exportações do Rio Grande do Sul são: China (16,9%), Argentina (9,84%) e Estados Unidos (6,9%).



Desindustrialização


Sobre a perspectiva de desaceleração na industrialização do Estado, os economistas da FEE avaliam que a diversificação da matriz de exportações do RS favorece a manutenção de um bom desempenho. Apesar de haver registros de queda nas exportações de fumo, refino de petróleo e calçados, os setores agroindustriais impulsionaram o crescimento.


Além de Caldas, os números foram apresentados pela supervisora do Centro de Informações Estatísticas, Cecilia Hoff, e pelo coordenador do Núcleo de Estatísticas, Adalberto Alves Maia Neto.

 


FEE debate Política de Industrialização


As perspectivas para a indústria no Rio Grande do Sul e no Brasil são tema de um ciclo de palestras promovido pela Fundação de Economia e Estatística (FEE), nesta quinta-feira (22). Especialistas falarão sobre "A Nova Política Industrial e as Perspectivas da Competividade empresarial no Brasil" e "A Nova Política Industrial e as Alternativas para a Indústria Gaúcha". O evento inicia às 9h30 no auditório da FEE (Rua Duque de Caxias, 1691), é gratuito e aberto ao público interessado.

 
Últimas Notícias
 
18/03/2017   -- Atos dizem NÃO a Temer & súcia em defesa da Previdência e CLT
18/03/2017   -- Michel Temer, Gilmar, Rodrigo Maia e Eunício tramam contra a Lava Jato
16/03/2017   -- Não tem déficit na Previdência, o que tem é muito roubo
18/01/2017   -- Fernando Siqueira: “o acordo com Total é um ato criminoso”
18/01/2017   -- Para Ciro, conchavo PT-Temer na Câmara é uma traição imoral
 

 
Voltar


 Comente
 
COMENTÁRIOS:
18.03.2017
 Michel Temer, Gilmar, Rodrigo Maia e Eunício tramam contra a Lava Jato.
18.01.2017
 Para Ciro, conchavo PT-Temer na Câmara é uma traição imoral.
18.01.2017
 Fernando Siqueira: “o acordo com Total é um ato criminoso”.
13.12.2016
 Wagner e assessor especial de Dilma receberam suborno.
13.12.2016
 Geddel se sentia passado para trás.
13.12.2016
 Renan recebia pixuleco através de Jucá.
13.12.2016
 Padilha e Moreira Franco eram os prepostos de Temer que abasteciam PMDB da Câmara.
13.12.2016
 “PEC 55 só favorece especulador”, afirma o economista Nilson Araújo.
13.12.2016
 PEC do roubo à Previdência barra aposentadoria plena antes dos 70 .
13.12.2016
 Juros altos e sem investimentos, PIB recua 0,8% no 3º trimestre.
13.12.2016
 Governo, Congresso e STF estão podres. Eleições Gerais Já!.
23.11.2016
 Governo apresenta novo pacote de arrocho contra servidores gaúchos.
23.11.2016
 Contra a PEC 241/55 e o Pacote do Sartori.
21.10.2016
 Ipea diz que PEC 241 vai tirar 868 bilhões da assistência Social.
[+ Notícias]

Correio Eletrônico: pplrs@pplrs.com.br