Você está em: Home >> Notícias >> Araponga do contraventor vibrou contra Lula com o desfecho do escândalo dos aloprados
 
- Procurar Notácias  
 
 
08/07/2012 | Araponga do contraventor vibrou contra Lula com o desfecho do escândalo dos aloprados

Em mais um vídeo apreendido pela Polícia Federal na casa de Adriano Aprígio, ex-cunhado do bicheiro Carlinhos Cachoeira, o ex-sargento da Aeronáutica Idalberto Matias de Araújo, o Dadá, braço direito de Cachoeira aparece comemorando o resultado do escândalo dos aloprados, ocorrido em 2006.

Para ser mais preciso, em 15 de setembro de 2006, duas semanas antes das eleições para deputados, governador e presidente, alguns petistas foram presos em um hotel em São Paulo com R$ 1,7 milhão. O dinheiro seria usado para comprar um dossiê que revelava a participação do tucano José Serra - então candidato a governador de São Paulo - com o desvio de verbas do orçamento destinadas à compra de ambulâncias no caso que ficou conhecido como “Sanguessugas”. Agindo à revelia de Lula e de outros altos dirigentes do PT, esse grupo de petistas pretendia usar o tal dossiê na campanha eleitoral ao governo de São Paulo, que tinha Aloizio Mercadante como candidato do partido e Serra o adversário. Mas a repercussão da prisão, com a manipulação do fato na mídia, acabou por prejudicar Lula, candidato à reeleição presidencial, que poderia ter vencido já no primeiro turno o candidato do PSDB, Geraldo Alckmin, como indicavam as pesquisas na época. A expressão “aloprados” foi criada por Lula, em um dos comícios da campanha do segundo turno, irritado com o comportamento do grupo.

O vídeo apreendido, já periciado pela Polícia Federal, mostra uma conversa entre o jornalista Mino Pedrosa e Dadá, o agente secreto da quadrilha. Pedrosa relata que o PSDB armou a história do dossiê e que o “PT caiu nela”. O araponga vibra e comemora: “Tem que fuder o Lula! Tem que fuder o barbudo!”.

Publicado no Jornal Hora do Povo, edição 3.071

 
Últimas Notícias
 
17/04/2018   -- Cientistas Engajados disputarão as eleições em 2018
13/03/2018   -- PPL apresenta candidatura de João Goulart Filho a presidente da República
12/03/2018   -- PPL decide: João Goulart e Léo Alves para Presidência e Vice-Presidência do Brasil
08/02/2018   -- NOTA AO POVO GAÚCHO
02/02/2018   -- Governo do RS deixa metade dos servidores sem salário
 

 
Voltar


 Comente
 
COMENTÁRIOS:
12.03.2018
 PPL decide: João Goulart e Léo Alves para Presidência e Vice-Presidência do Brasil.
02.02.2018
 Aposentados fazem desfile-protesto contra assalto à Previdência.
02.02.2018
 Gasto com juros foi de R$ 400 bilhões em 2017.
02.02.2018
 Servidores Públicos reforçam convocação de greve geral dia 19.
02.02.2018
 ALERGS não vota o pacote de Sartori.
02.02.2018
 Governo do RS deixa metade dos servidores sem salário.
02.02.2018
 Filho de Jango é lançado presidente em São Borja.
22.01.2018
 Resolução da Executiva Estadual do Partido Pátria Livre – RS.
15.01.2018
 João Vicente Goulart condena “desmoralização” do Ministério do Trabalho.
15.01.2018
 Eleição com Lula é fraude!.
15.01.2018
 Ha-Joon Chang: “O Brasil está experimentando uma das maiores desindustrializações da história da economia”.
27.11.2017
 A vice-presidente do PPL/RS recebe homenagem da ALRS alusiva à Semana da Consciência Negra.
22.11.2017
 PPL inicia campanha à presidência: “Chega de roubalheira e recessão!”.
06.10.2017
 Presidente ladrão diz que imoral é o procurador que o pegou pelo pé.
[+ Notícias]

Correio Eletrônico: pplrs@pplrs.org.br