Você está em: Home >> Notícias >> Professores federais enviam carta à Dilma reivindicando reabertura das negociações
 
- Procurar Notícias  
 
 
22/08/2012 | Professores federais enviam carta à Dilma reivindicando reabertura das negociações

A greve dos professores continua nas universidades federais. Conforme o Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior (Andes-SN), que representa a maior parte da categoria, a indicação pela manutenção da paralisação continua até que o governo apresente novas propostas para a categoria.

Na quinta-feira (16), a entidade protocolou no Palácio do Planalto uma carta dirigida à presidenta Dilma Rousseff pedindo reabertura imediata das negociações. O ANDES informa que 54 universidades ainda estão paradas no país. Na terça, 21, os servidores realizam mais um Dia Nacional de Luta em todo Brasil aprovado pelo Fórum Nacional de Entidades.

Em diversas assembleias os docentes avaliam o fim da paralisação. Na Universidade de Brasília o fim da greve também foi votado, mas sem consenso da decisão. Segundo a assessoria da Associação dos Docentes da UnB (Adunb), o fim da greve foi aprovado por 130 votos a favor e 115 contra, na sexta-feira. Porém a decisão deveria ter sido tomada apenas na assembleia marcada para a terça-feira, 21, afirma a entidade. O comando de greve alega que, como a assembleia foi adiantada sem ampla discussão, o resultado deveria ser anulado.

Dentre os docentes que resolveram voltar ao trabalho estão os da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), de São Carlos (UFSCar), do Rio Grande do Sul (UFRGS) e do Instituto Federal de Educação Profissional e Tecnológica do Paraná (IFPR).

A proposta do governo prevê reajustes que variam entre 25% e 40% para todos, dependendo dos regimes e carga horária, aplicados em três parceladas até 2015. Dentre as entidades nacionais, apenas a Federação de Sindicatos de Professores de Instituições Federais de Ensino Superior (Proifes) aceitou a proposta.

No caso dos técnicos administrativos das universidades, a proposta de reajuste de 15,8% parcelada em 3 anos, foi aceita. 

 

 
Últimas Notícias
 
18/03/2017   -- Atos dizem NÃO a Temer & súcia em defesa da Previdência e CLT
18/03/2017   -- Michel Temer, Gilmar, Rodrigo Maia e Eunício tramam contra a Lava Jato
16/03/2017   -- Não tem déficit na Previdência, o que tem é muito roubo
18/01/2017   -- Fernando Siqueira: “o acordo com Total é um ato criminoso”
18/01/2017   -- Para Ciro, conchavo PT-Temer na Câmara é uma traição imoral
 

 
Voltar


 Comente
 
COMENTÁRIOS:
18.03.2017
 Michel Temer, Gilmar, Rodrigo Maia e Eunício tramam contra a Lava Jato.
18.01.2017
 Para Ciro, conchavo PT-Temer na Câmara é uma traição imoral.
18.01.2017
 Fernando Siqueira: “o acordo com Total é um ato criminoso”.
13.12.2016
 Wagner e assessor especial de Dilma receberam suborno.
13.12.2016
 Geddel se sentia passado para trás.
13.12.2016
 Renan recebia pixuleco através de Jucá.
13.12.2016
 Padilha e Moreira Franco eram os prepostos de Temer que abasteciam PMDB da Câmara.
13.12.2016
 “PEC 55 só favorece especulador”, afirma o economista Nilson Araújo.
13.12.2016
 PEC do roubo à Previdência barra aposentadoria plena antes dos 70 .
13.12.2016
 Juros altos e sem investimentos, PIB recua 0,8% no 3º trimestre.
13.12.2016
 Governo, Congresso e STF estão podres. Eleições Gerais Já!.
23.11.2016
 Governo apresenta novo pacote de arrocho contra servidores gaúchos.
23.11.2016
 Contra a PEC 241/55 e o Pacote do Sartori.
21.10.2016
 Ipea diz que PEC 241 vai tirar 868 bilhões da assistência Social.
[+ Notícias]

Correio Eletrônico: pplrs@pplrs.com.br