Você está em: Home >> Notícias >> Seminário de Governo debate estratégias para agilizar obras
 
- Procurar Notícias  
 
 
 
Créditos:Caco Argemi/Palácio Piratini
25/01/2013 | Seminário de Governo debate estratégias para agilizar obras

"Nossa agenda é a de intensificar o fazer, o realizar, a efetividade. É este período que vamos atravessar agora". Foi com esta orientação que o governador Tarso Genro abriu o primeiro seminário de Governo de 2013. A atividade, realizada no Palácio das Hortênsias, em Canela, nesta sexta-feira (25), reuniu secretários e diretores de estatais e autarquias. O objetivo do encontro foi debater as ações para agilizar a execução das obras e dos projetos estratégicos da administração estadual. "Temos que enfrentar os gargalos com gestão qualificada", ressaltou o governador.

No seminário, os secretários responsáveis pelos maiores investimentos apresentaram um cronograma das ações e relataram as principais dificuldades para cumprir os prazos estipulados pelo governador na Sala de Gestão (sistema de controle e monitoramento dos projetos estratégicos).

O secretário de Obras, Luiz Carlos Busato, responsável pela execução de boa parte das construções físicas, destacou os avanços obtidos na pasta, após o processo de reestruturação, e os trabalhos prioritários que serão realizados por meio do regime diferenciado de contratações públicas.

Em seguida falaram o secretário de Educação, Jose Clovis de Azevedo, responsável pela reforma de mais de mil escoldas da rede de ensino público estadual; o secretário de Habitação e Saneamento, Marcel Frison, e o secretário adjunto de Infraestrutura e Logística, Claudemir Bragagnolo, que apresentou os planos nas áreas de produção energia, construção e manutenção de rodovias, portos e aeroportos.

Na parte final, os secretários responsáveis pelo controle e pela gestão dos recursos orçamentários reafirmaram a capacidade do Estado de cumprir os compromissos financeiros. João Motta (Planejamento e Gestão) e Odir Tonollier (Fazenda) mostraram como serão os repasses para as Secretarias e órgãos públicos nos próximos dois anos, que irão registrar um grande aumento na execução de recursos em comparação aos dois primeiros anos de Governo. Em função disso, o novo titular da Secretaria Geral de Governo, Vinícius Wu, informou que os prazos para realizações das reuniões da Sala de Gestão serão reduzidos, para agilizar a tomada de decisões por parte do governador.

Tarso destacou a importância de manter um déficit responsável das contas, como é feito pelo Executivo, para não inviabilizar as ações, e a utilização correta dos recursos captados para projetos de inclusão produtiva e de combate à pobreza extrema. "Com a execução das obras e programas que estão planejados, com a política de atração de investimentos, que é um sucesso absoluto, e com a retomada da nossa safra, o PIB Gaúcho em 2013 irá superar o PIB Brasileiro e ficará muito acima da expectativa", enfatizou o chefe do Executivo.

Antes das manifestações dos demais secretários, o chefe da Casa Civil, Carlos Pestana, e a secretária de Comunicação e Inclusão Digital, Vera Spolidoro, detalharam a relação do Governo com a Assembleia Legislativa e com outras instituições do Estado e a percepção e demandas que a população gaúcha tem para a atual gestão.

Fonte: Secom/Guilherme Gomes

 
Últimas Notícias
 
22/05/2017   -- Resolução Diretório Estadual Partido Pátria Livre RS
19/05/2017   -- Chega de ladrões! Eleições gerais já!
19/05/2017   -- Aécio pediu R$ 2 milhões e pegou. Dinheiro foi rastreado até parar em Perrella, o do helicóptero de cocaína
19/05/2017   -- Paim: ‘Quem votar pela PEC da Previdência não volta em 2018’
19/05/2017   -- Okamoto e Vaccari na agenda de Léo Pinheiro
 

 
Voltar


 Comente
 
COMENTÁRIOS:
18.05.2017
 Parente corta investimentos e privatiza Campo do Azulão.
19.05.2017
 Com manifestações e panelaço, povo vai às ruas após divulgação de gravações de Temer .
19.05.2017
 Molon protocola pedido de impeachment.
19.05.2017
 JBS: Mantega recebia a propina e distribuía.
19.05.2017
 Agendas e foto desmentem Lula.
19.05.2017
 Okamoto e Vaccari na agenda de Léo Pinheiro.
19.05.2017
  Paim: ‘Quem votar pela PEC da Previdência não volta em 2018’ .
19.05.2017
 Aécio pediu R$ 2 milhões e pegou. Dinheiro foi rastreado até parar em Perrella, o do helicóptero de cocaína.
06.05.2017
 PEC dos partidos corruptos passa na CCJ da Câmara.
06.05.2017
 A privatização do Satélite da Telebrás: mais uma ameaça à nossa soberania.
06.05.2017
 Sangria com juros aumenta no primeiro trimestre: R$ 110 bilhões .
06.05.2017
 Gilmar, Lewandowski e Toffoli afrontam o país.
06.05.2017
 Centrais convocam todos a Brasília em defesa da Previdência e da CLT.
06.05.2017
 Adesão à greve geral para o país contra ataques a direitos .
[+ Notícias]

Correio Eletrônico: pplrs@pplrs.com.br