Você está em: Home >> Notícias >> Governador Tarso Genro decreta luto de três dias pela morte da secretária Márcia Santana
 
- Procurar Notícias  
 
 
 
Créditos:Alina Souza/Palácio Piratini
13/03/2013 | Governador Tarso Genro decreta luto de três dias pela morte da secretária Márcia Santana

O governador Tarso Genro decretou luto de três dias em decorrência da morte da secretária estadual de Políticas para as Mulheres (SPM), Márcia Santana, na madrugada desta quarta-feira (13). A titular da pasta tinha 35 anos e era natural de Porto Alegre. O corpo será velado a partir das 10h30, no Salão Negrinho do Pastoreio, do Palácio Piratini, e o enterro está marcado para as 17h30, no Jardim da Paz, na Capital.

"A perda da secretária Márcia Santana entristeceu nosso Governo. A sua atuação sempre foi muito vívida e marcante, há uma comoção imensurável em nossa equipe. A morte da secretária Márcia Santana é uma perda incalculável para o Estado. Faremos o possível para dar seguimento ao trabalho iniciado por ela, para que esse legado seja sempre lembrado", lamentou o governador.

O chefe do Executivo estava em Brasília, onde participaria do encontro de governadores. Ele antecipou seu retorno para as 10h ao saber da notícia, e virá acompanhado das ministras da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, Maria do Rosário, e da Secretaria Especial de Promoção da Igualdade Racial (Sepir), Luiza Bairros.

A última conquista de Márcia e a equipe da SPM para o Estado foi o Selo Pró-Equidade de Gênero e Raça. O selo é um reconhecimento às organizações públicas e privadas promotoras de equidade de gênero e raça/etnia no mundo do trabalho e é desenvolvido pela SPM Nacional, a ONU Mulheres e a OIT Brasil. O Rio Grande do Sul é o primeiro a receber esta certificação.

O laudo oficial da morte ainda não foi divulgado. Márcia Santana deixa o marido Claudiomiro Ambrózio, e os pais Adegar e Maria de Fátima.

Nota de pesar da bancada do PT

A bancada do PT na Assembleia Legislativa lamenta o falecimento de Márcia Santana, secretária de Políticas para as Mulheres do Rio Grande do Sul, na madrugada desta quarta-feira (13), aos 35 anos de idade.

Assistente social, nossa companheira teve destacada atuação defesa de mulheres, crianças e adolescentes vítimas de violência e abuso. Militante feminista e dos direitos humanos, foi escolhida pelo governador Tarso Genro para criar a Secretaria Políticas para as Mulheres.

Márcia será lembrada como exemplo em sua vida pessoal, profissional e política.

O velório será realizado no Palácio Piratini a partir das 10h e o sepultamento, às 17h30min, no Cemitério Jardim da Paz.

Fonte: Daiane Roldão/Secom e PTSul

 
Últimas Notícias
 
18/03/2017   -- Atos dizem NÃO a Temer & súcia em defesa da Previdência e CLT
18/03/2017   -- Michel Temer, Gilmar, Rodrigo Maia e Eunício tramam contra a Lava Jato
16/03/2017   -- Não tem déficit na Previdência, o que tem é muito roubo
18/01/2017   -- Fernando Siqueira: “o acordo com Total é um ato criminoso”
18/01/2017   -- Para Ciro, conchavo PT-Temer na Câmara é uma traição imoral
 

 
Voltar


 Comente
 
COMENTÁRIOS:
18.03.2017
 Michel Temer, Gilmar, Rodrigo Maia e Eunício tramam contra a Lava Jato.
18.01.2017
 Para Ciro, conchavo PT-Temer na Câmara é uma traição imoral.
18.01.2017
 Fernando Siqueira: “o acordo com Total é um ato criminoso”.
13.12.2016
 Wagner e assessor especial de Dilma receberam suborno.
13.12.2016
 Geddel se sentia passado para trás.
13.12.2016
 Renan recebia pixuleco através de Jucá.
13.12.2016
 Padilha e Moreira Franco eram os prepostos de Temer que abasteciam PMDB da Câmara.
13.12.2016
 “PEC 55 só favorece especulador”, afirma o economista Nilson Araújo.
13.12.2016
 PEC do roubo à Previdência barra aposentadoria plena antes dos 70 .
13.12.2016
 Juros altos e sem investimentos, PIB recua 0,8% no 3º trimestre.
13.12.2016
 Governo, Congresso e STF estão podres. Eleições Gerais Já!.
23.11.2016
 Governo apresenta novo pacote de arrocho contra servidores gaúchos.
23.11.2016
 Contra a PEC 241/55 e o Pacote do Sartori.
21.10.2016
 Ipea diz que PEC 241 vai tirar 868 bilhões da assistência Social.
[+ Notícias]

Correio Eletrônico: pplrs@pplrs.com.br