Você está em: Home >> Notícias >> Celso Amorim defende a candidatura brasileira para a direção da OMC
 
- Procurar Notícias  
 
 
25/03/2013 | Celso Amorim defende a candidatura brasileira para a direção da OMC

O ministro da Defesa, Celso Amorim, defendeu a candidatura do embaixador brasileiro em Genebra, Roberto Carvalho de Azevedo, para diretor-geral da Organização Mundial do Comércio (OMC).

"É diplomata habilidoso, que não abre mão de princípios, mas que sabe se mover nos diversos organismos", afirmou o ministro, considerando injusta a crítica feita à indicação do embaixador pelo economista e professor de economia internacional da UEPB, José Carlos Assis, no artigo "Governo põe país no rumo da forca do livre comércio". Para Assis, uma vez diretor-geral da OMC, o brasileiro teria de cumprir a agenda "livre-cambista" e de "livre comércio" da organização, o que seria prejudicial aos interesses do Brasil, e dos países emergentes.

Em informação para o jornalista Luís Nassif, o ministro da Defesa relata que Azevedo trabalhou ao seu lado, diretamente no contencioso do algodão com os EUA no qual o Brasil saiu vencedor. Segundo Amorim, Azevedo o assessorou durante boa parte do seu mandato na OMC (Celso Amorim chefiou a missão brasileira junto ao Acordo Geral de Tarifas e Comércio (GATT)/OMC por duas vezes na década de 90), participando, inclusive, de reuniões dramáticas, como no conflito que houve em Foz do Iguaçu. "E nunca demonstrou nenhum comportamento condescendente", observou Celso Amorim.

O ministro da Defesa – ex-Relações Exteriores – afirmou que o Brasil não vai mudar sua política para agradar ou conseguir votos. De acordo com Nassif, Amorim comentou que, assim como o secretário-geral da ONU, o diretor-geral da OMC não faz o que bem entende, mas considerou que o cargo é importante para fazer a organização adotar práticas melhores em relação aos países emergentes.

Por fim, Amorim lembrou que no governo Lula o Brasil apresentou uma candidatura para a OMC, mas foi derrotado por uma articulação de última hora entre os EUA e a União Europeia.

 
Últimas Notícias
 
14/06/2017   -- A luta pelo Brasil em um novo partido
14/06/2017   -- TSE livra chapa Dilma-Temer e vota pela ditadura da propina
14/06/2017   -- Gilmar defende impunidade para PMDB, PT e PSDB
14/06/2017   -- Fux: os fatos são gravíssimos
14/06/2017   -- Lucro das operadoras de saúde aumentou 70% em 2016, diz ANS
 

 
Voltar


 Comente
 
COMENTÁRIOS:
14.06.2017
 O manual da canalhice - ou como Temer escapou no TSE.
14.06.2017
 Trabalhadores nas ruas dizem “Não” às ‘reformas’ de Temer .
14.06.2017
 Boletim do BC reduz a 0,41% previsão para o PIB este ano.
14.06.2017
 Lucro das operadoras de saúde aumentou 70% em 2016, diz ANS.
14.06.2017
 Fux: os fatos são gravíssimos .
14.06.2017
 Gilmar defende impunidade para PMDB, PT e PSDB.
18.05.2017
 Parente corta investimentos e privatiza Campo do Azulão.
19.05.2017
 Com manifestações e panelaço, povo vai às ruas após divulgação de gravações de Temer .
19.05.2017
 Molon protocola pedido de impeachment.
19.05.2017
 JBS: Mantega recebia a propina e distribuía.
19.05.2017
 Agendas e foto desmentem Lula.
19.05.2017
 Okamoto e Vaccari na agenda de Léo Pinheiro.
19.05.2017
  Paim: ‘Quem votar pela PEC da Previdência não volta em 2018’ .
19.05.2017
 Aécio pediu R$ 2 milhões e pegou. Dinheiro foi rastreado até parar em Perrella, o do helicóptero de cocaína.
[+ Notícias]

Correio Eletrônico: pplrs@pplrs.com.br