Você está em: Home >> Notícias >> Tombini esclarece que decidiu aumentar os juros desde janeiro
 
- Procurar Notácias  
 
 
05/06/2013 | Tombini esclarece que decidiu aumentar os juros desde janeiro

O presidente do Banco Central, Alexandre Tombini, externou mais uma vez sua profissão de fé de aumento dos juros para supostamente combater a inflação. “O Banco Central iniciou o processo de aperto das condições monetárias em abril, e, neste momento, decidiu de forma unânime apertar no combate à inflação, o que reforça seu compromisso com uma inflação mais baixa”, disse em entrevista à Folha de S.Paulo.

Tombini abstrai, assim, olimpicamente a atuação dos monopólios na formação dos preços, na qual o aumento dos juros por parte do BC não tem influência nenhuma, como, por exemplo, a especulação dos preços de commodities nas bolsas de Chicago ou Nova Iorque. Portanto, o aumento dos juros só tem um objetivo: aumentar os juros. Para favorecer os bancos naturalmente, porque seja em que situação tiver a economia a opção do BC, por via das dúvidas, é aumentar ou aumentar os juros.

Por isso, ele esclareceu que “desde janeiro iniciamos um processo de sinalizar que as condições monetárias poderiam ser apertadas”. Verdade seja dita: não se pode dizer que ele não avisou que os juros seriam aumentados.

Mas, segundo Tombini, “o carro-chefe do crescimento deve ser, neste período à frente, o investimento”. Investimento com juros crescentes? Como disse o presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), “aumentar os juros esfria a economia toda e desestimula a produção, gera desemprego (...). Juro também compõe custo, em toda a cadeia produtiva”. Isso válido principalmente para as empresas nacionais não monopolistas.

Concorrendo no quesito óleo de peroba, o presidente do BC afirmou que “a política de combate à inflação”, isto é, de aumento dos juros, “vai no sentido de assegurar uma preservação da renda real do assalariado, de dar mais confiança ao consumidor, à dona de casa e ao próprio empresário para investir. Então o combate à inflação não tem esse elemento, na minha visão, de colocar em risco a evolução da economia brasileira”.

Mas é exatamente isso que se trata. Além da escassez de investimentos públicos e da desnacionalização, a economia está estagnada em função de os juros se encontrarem em um patamar bastante elevado, o que trava os investimentos e contribui para desequilibrar o câmbio, favorecendo, portanto, o importacionismo. Sem falar que seguidamente nas atas das reuniões do Copom, o BC demonstra que não está preocupado com a preservação dos salários, pregando abertamente o arrocho salarial.

Tombini asseverou que “o trabalho do Banco Central é integralmente apoiado pelo governo Dilma”, estimando que “o PIB em torno de 3% é factível no Brasil neste ano neste contexto de política econômica”. Em outras palavras, a economia vai continuar patinando.

Fonte: Hora do Povo/Valdo Albuquerque

 

 
Últimas Notícias
 
17/04/2018   -- Cientistas Engajados disputarão as eleições em 2018
13/03/2018   -- PPL apresenta candidatura de João Goulart Filho a presidente da República
12/03/2018   -- PPL decide: João Goulart e Léo Alves para Presidência e Vice-Presidência do Brasil
08/02/2018   -- NOTA AO POVO GAÚCHO
02/02/2018   -- Governo do RS deixa metade dos servidores sem salário
 

 
Voltar


 Comente
 
COMENTÁRIOS:
12.03.2018
 PPL decide: João Goulart e Léo Alves para Presidência e Vice-Presidência do Brasil.
02.02.2018
 Aposentados fazem desfile-protesto contra assalto à Previdência.
02.02.2018
 Gasto com juros foi de R$ 400 bilhões em 2017.
02.02.2018
 Servidores Públicos reforçam convocação de greve geral dia 19.
02.02.2018
 ALERGS não vota o pacote de Sartori.
02.02.2018
 Governo do RS deixa metade dos servidores sem salário.
02.02.2018
 Filho de Jango é lançado presidente em São Borja.
22.01.2018
 Resolução da Executiva Estadual do Partido Pátria Livre – RS.
15.01.2018
 João Vicente Goulart condena “desmoralização” do Ministério do Trabalho.
15.01.2018
 Eleição com Lula é fraude!.
15.01.2018
 Ha-Joon Chang: “O Brasil está experimentando uma das maiores desindustrializações da história da economia”.
27.11.2017
 A vice-presidente do PPL/RS recebe homenagem da ALRS alusiva à Semana da Consciência Negra.
22.11.2017
 PPL inicia campanha à presidência: “Chega de roubalheira e recessão!”.
06.10.2017
 Presidente ladrão diz que imoral é o procurador que o pegou pelo pé.
[+ Notícias]

Correio Eletrônico: pplrs@pplrs.org.br