Voc√™ est√° em: Home >> Not√≠cias >> ANP admite que liberou m√ļlti Chevron sem esclarecer as causas do desastre de Frade
 
- Procurar Not√≠cias  
 
 
12/06/2013 | ANP admite que liberou m√ļlti Chevron sem esclarecer as causas do desastre de Frade

A diretora-executiva da Agência Nacional do Petróleo (ANP), Magda Chambriard, não esconde suas preferências. Depois de se gabar de ter interditado 20 plataformas da Petrobrás alegando falta de manutenção, ela comentou, em entrevista, a liberação da americana Chevron, causadora de um dos maiores vazamentos já ocorridos nas bacias brasileiras, para voltar a operar no Campo de Frade, em Campos. "A Petrobrás culpa as paradas pela queda na produção. É bom ter um culpado, não é?", diz a diretora da ANP de forma sarcástica contra a estatal, em entrevista para o portal e jornal "Brasil Econômico".

Já em relação à multinacional, ela admitiu que a liberou para operar mesmo não tendo resolvido os graves problemas causados por ela em Frade. "Autorizamos a produção, mas ela não tem direito de perfurar, nem produzir de todos os horizontes. Só tem direito de perfurar poços rasos, sob nossa orientação", disse ela, fingindo ser rigorosa com a múlti, que, apesar de ser responsável por um dos maiores desastres ambientais do país, tem classificação A da ANP para participar do leilão do pré-sal. "Estamos fazendo isso", disse ela, porque, "vocês se lembram que foram dois incidentes. O primeiro a gente avaliou, sabe as causas. O segundo processo ainda está fechado, as causas ainda não estão totalmente esclarecidas". Ou seja, a diretor da ANP liberou a Chevron mesmo sem saber o tamanho do estrago que ela causou.

A diretora voltou a comemorar o leilão do pré-sal e disse que o que está sendo ofertado "é uma coisa muito, muito grande". "Este campo (Libra) é tão grande que, se for bem trabalhado, pode chegar a 15 bilhões de barris. Eu disse que pode ser entre 8 e 12 bilhões, mas não está proibido chegar a 15 bilhões de barris. Se tiver um fator de recuperação eficiente, é possível", informou. A diretora da ANP deixou claro que sua prioridade não é a exploração planejada do petróleo pela Petrobrás e o refino interno do óleo extraído, com a conseqüente ampliação do setor petroquímico nacional. Pelo contrário, veja o que ela disse: "Em dez anos, a gente vai estar exportando 1,5 milhão de barris por dia", declarou a presidente da ANP. Enfim, ela quer exportar, pelas multinacionais, óleo bruto e continuar a importar os valiosos derivados. O roteiro da "doença holandesa" que, na aparência, ela cita na entrevista como algo que não deve ser repetido aqui.

Fonte: Hora do Povo/Sérgio Cruz

 

 
Últimas Notícias
 
15/10/2018   -- Agora √© unir 67% dos brasileiros para votar contra Bolsonaro e sua ditadura
15/10/2018   -- ‚ÄúVou me somar aos que lutam contra o retrocesso pol√≠tico‚ÄĚ, diz Jo√£o Goulart
15/10/2018   -- Partido P√°tria Livre aprova apoio cr√≠tico a Haddad
06/08/2018   -- Jo√£o Goulart Filho √Č Aclamado Candidato A Presidente Em Conven√ß√£o Nacional Do PPL
20/07/2018   -- EDITAL DE CONVOCA√á√ÉO CONVEN√á√ÉO ESTADUAL
 

 
Voltar


 Comente
 
COMENTÁRIOS:
06.08.2018
 Jo√£o Goulart Filho √Č Aclamado Candidato A Presidente Em Conven√ß√£o Nacional Do PPL.
20.07.2018
 EDITAL DE CONVOCA√á√ÉO CONVEN√á√ÉO ESTADUAL.
17.04.2018
 Cientistas Engajados disputar√£o as elei√ß√Ķes em 2018.
13.03.2018
 PPL apresenta candidatura de Jo√£o Goulart Filho a presidente da Rep√ļblica.
12.03.2018
 PPL decide: Jo√£o Goulart e L√©o Alves para Presid√™ncia e Vice-Presid√™ncia do Brasil.
08.02.2018
 NOTA AO POVO GA√öCHO.
02.02.2018
 Aposentados fazem desfile-protesto contra assalto √† Previd√™ncia.
02.02.2018
 Gasto com juros foi de R$ 400 bilh√Ķes em 2017.
02.02.2018
 Servidores P√ļblicos refor√ßam convoca√ß√£o de greve geral dia 19.
02.02.2018
 ALERGS n√£o vota o pacote de Sartori.
02.02.2018
 Governo do RS deixa metade dos servidores sem sal√°rio.
02.02.2018
 Filho de Jango √© lan√ßado presidente em S√£o Borja.
22.01.2018
 Resolu√ß√£o da Executiva Estadual do Partido P√°tria Livre ¬Ė RS.
15.01.2018
 Jo√£o Vicente Goulart condena ¬ďdesmoraliza√ß√£o¬Ē do Minist√©rio do Trabalho.
[+ Notícias]

Correio Eletrônico: pplrs@pplrs.org.br