Você está em: Home >> Notícias >> PPL realiza III Congresso e aprova pontos básicos para a retomada do crescimento
 
- Procurar Notícias  
 
 
 
04/12/2013 | PPL realiza III Congresso e aprova pontos básicos para a retomada do crescimento

“Nesses três anos o Brasil parou de crescer”, afirma o presidente Sérgio Rubens

O Partido Pátria Livre (PPL) realizou, nos dias 30 de novembro e 1 de dezembro, na capital de São Paulo, o seu III Congresso Nacional. O vibrante encontro, que teve a presença de cerca de 350 delegados de todo o país, debateu a criação de uma nova alternativa política e econômica para o Brasil. Foram muitas as críticas dos delegados às decisões do governo Dilma que, diferente do período Lula, vem provocando a estagnação econômica do Brasil ao priorizar o superávit primário, a agiotagem e a entrega do patrimônio nacional ao capital estrangeiro. “Estamos no final de 2013. Nesses três anos o Brasil parou de crescer. O PIB se arrasta a uma taxa anual de 2%, quando a média mundial dos países emergentes e em desenvolvimento é de 5%. A melhoria da distribuição de renda, que vinha se dando ano após ano, de modo ininterrupto, durante o governo Lula, estancou em 2011”, afirmou o presidente do PPL, Sérgio Rubens de Araújo Torres, em seu discurso, onde apresentou uma análise precisa do momento político do Brasil. (v. pág.4)

O congresso contou, entre seus convidados, com a presença do governador de Pernambuco Eduardo Campos, presidente nacional do Partido Socialista Brasileiro (PSB) e pré-candidato à Presidência da República; do dirigente nacional do Partido dos Trabalhadores (PT), Paulo Frateschi; do senador Rodrigo Rollemberg (PSB-DF) e do deputado federal Márcio França (PSB-SP).

Na solenidade de abertura, no sábado (30), Eduardo Campos, ao saudar o PPL, apresentou seus pontos de vista sobre a atual situação do Brasil (ver página 5). Muito aplaudido, ele destacou que o país vive hoje um momento de frustrações em que “novas alternativas políticas são necessárias”. “Estamos atrás de um projeto que possa estar à altura de nossa história e que possa levar o Brasil mais longe”, defendeu. “Não queremos o constrangimento de alianças que matem os nossos sonhos”, completou o pré-candidato.

Paulo Frateschi afirmou que via no auditório do congresso, “muitos amigos que sempre estiveram na luta pela democracia no Brasil” e o senador Rollemberg lembrou as diversas batalhas que travou junto com os integrantes do PPL.

Depois de um debate intenso, os delegados aprovaram a resolução política com as propostas para a retomada do crescimento econômico e a intensificação da luta em defesa do patrimônio público e a queda dos juros. O congresso aprovou a continuidade das discussões com o PSB, visando a criação de uma nova alternativa política para o país. Ao final, foi eleito o novo Diretório Nacional do PPL mantendo Sérgio Rubens na presidência da legenda.

Fonte: Hora do Povo/Sérgio Cruz

 

 
Últimas Notícias
 
18/03/2017   -- Atos dizem NÃO a Temer & súcia em defesa da Previdência e CLT
18/03/2017   -- Michel Temer, Gilmar, Rodrigo Maia e Eunício tramam contra a Lava Jato
16/03/2017   -- Não tem déficit na Previdência, o que tem é muito roubo
18/01/2017   -- Fernando Siqueira: “o acordo com Total é um ato criminoso”
18/01/2017   -- Para Ciro, conchavo PT-Temer na Câmara é uma traição imoral
 

 
Voltar


 Comente
 
COMENTÁRIOS:
18.03.2017
 Michel Temer, Gilmar, Rodrigo Maia e Eunício tramam contra a Lava Jato.
18.01.2017
 Para Ciro, conchavo PT-Temer na Câmara é uma traição imoral.
18.01.2017
 Fernando Siqueira: “o acordo com Total é um ato criminoso”.
13.12.2016
 Wagner e assessor especial de Dilma receberam suborno.
13.12.2016
 Geddel se sentia passado para trás.
13.12.2016
 Renan recebia pixuleco através de Jucá.
13.12.2016
 Padilha e Moreira Franco eram os prepostos de Temer que abasteciam PMDB da Câmara.
13.12.2016
 “PEC 55 só favorece especulador”, afirma o economista Nilson Araújo.
13.12.2016
 PEC do roubo à Previdência barra aposentadoria plena antes dos 70 .
13.12.2016
 Juros altos e sem investimentos, PIB recua 0,8% no 3º trimestre.
13.12.2016
 Governo, Congresso e STF estão podres. Eleições Gerais Já!.
23.11.2016
 Governo apresenta novo pacote de arrocho contra servidores gaúchos.
23.11.2016
 Contra a PEC 241/55 e o Pacote do Sartori.
21.10.2016
 Ipea diz que PEC 241 vai tirar 868 bilhões da assistência Social.
[+ Notícias]

Correio Eletrônico: pplrs@pplrs.com.br