Você está em: Home >> Notícias >> Vereador Toni Proença: “juros é câncer que está corroendo o Brasil”
 
- Procurar Notícias  
 
 
 
18/10/2011 | Vereador Toni Proença: “juros é câncer que está corroendo o Brasil”

O vereador de Porto Alegre, Toni Proença (PPL) utilizou a tribuna na sessão ordinária da Câmara Municipal de Porto Alegre nesta segunda-feira (17/10) para pedir ao Comitê de Política Monetária (COPOM) do Banco Central aprofunde a redução da taxa Selic no país.

 

“Vim a esta tribuna falar de um assunto fundamental nesta quadra da existência da Nação. Amanhã se reúne o COPOM, em Brasília, e todos esperamos, ansiosamente, que, mais uma vez, o COPOM baixe a taxa de juros no Brasil. Isso é um câncer que está corroendo as finanças da população, corroendo as finanças das empresas nacionais, e drenando recursos da economia para os bancos e para o sistema financeiro, sem nenhuma necessidade”.

 

Segundo Toni, uma política de baixa de juros mais acelerada ajuda a ampliar mais rapidamente o mercado interno, com o aumento do consumo por parte da população, o que fortalece a economia e não gera inflação.

 

 

Falácia

 

Para Toni, a idéia de que a redução de juros gera inflação é uma falácia: “Essa não é uma tese que se confirme cientificamente. Essa foi a tese que, durante anos, nos venderam: não podemos ter juros baixos, não podemos ter consumo interno, porque isso vai gerar inflação, e vai desarrumar a economia. Pois foi justamente o contrário o que o Presidente Lula construiu, enfrentando a crise, aumentando o consumo interno, melhorando o salário, diminuindo juros e fazendo  com que a economia do Brasil  ficasse imune à crise internacional de 2008”.

 

“Neste momento, a receita da Presidente Dilma está sendo a mesma, só falta agora aprofundar o viés de queda da taxa de juro. Com isso, teremos mais mercado interno, teremos a população consumindo melhor e teremos, certamente, melhoria na qualidade de vida a partir do orçamento de todas as famílias”.

 

“É para isso que serve o COPOM, para olhar com interesse da Nação e não dos banqueiros e das empresas internacionais. A manutenção da taxa de juros alta sob a alegação de que a inflação virá galopante de novo não se sustenta em função do passado recente. Por isso, espero, sinceramente, que o COPOM baixe a taxa de juros, e aí nós teremos mais economia, mais consumo da economia interna, no mercado interno, e com isso, cada vez mais, nos afastaremos do perigo da inflação”.

 

 

Dívida dos Estados

 

Toni também abordou a urgente renegociação das dívidas dos estados com a União: “por último, rogo para que este movimento liderado pelo Governador Tarso Genro tenha êxito, que é a renegociação das dívidas dos estados. Ou se faz isso ou estado nenhum terá capacidade de investimentos nos próximos anos. É preciso que os Estados voltem a ter capacidade de investir, porque se os estados investem, melhora a economia e a qualidade de vida de todos os brasileiros”, concluiu.

 
Últimas Notícias
 
18/03/2017   -- Atos dizem NÃO a Temer & súcia em defesa da Previdência e CLT
18/03/2017   -- Michel Temer, Gilmar, Rodrigo Maia e Eunício tramam contra a Lava Jato
16/03/2017   -- Não tem déficit na Previdência, o que tem é muito roubo
18/01/2017   -- Fernando Siqueira: “o acordo com Total é um ato criminoso”
18/01/2017   -- Para Ciro, conchavo PT-Temer na Câmara é uma traição imoral
 

 
Voltar


 Comente
 
COMENTÁRIOS:
18.03.2017
 Michel Temer, Gilmar, Rodrigo Maia e Eunício tramam contra a Lava Jato.
18.01.2017
 Para Ciro, conchavo PT-Temer na Câmara é uma traição imoral.
18.01.2017
 Fernando Siqueira: “o acordo com Total é um ato criminoso”.
13.12.2016
 Wagner e assessor especial de Dilma receberam suborno.
13.12.2016
 Geddel se sentia passado para trás.
13.12.2016
 Renan recebia pixuleco através de Jucá.
13.12.2016
 Padilha e Moreira Franco eram os prepostos de Temer que abasteciam PMDB da Câmara.
13.12.2016
 “PEC 55 só favorece especulador”, afirma o economista Nilson Araújo.
13.12.2016
 PEC do roubo à Previdência barra aposentadoria plena antes dos 70 .
13.12.2016
 Juros altos e sem investimentos, PIB recua 0,8% no 3º trimestre.
13.12.2016
 Governo, Congresso e STF estão podres. Eleições Gerais Já!.
23.11.2016
 Governo apresenta novo pacote de arrocho contra servidores gaúchos.
23.11.2016
 Contra a PEC 241/55 e o Pacote do Sartori.
21.10.2016
 Ipea diz que PEC 241 vai tirar 868 bilhões da assistência Social.
[+ Notícias]

Correio Eletrônico: pplrs@pplrs.com.br