Você está em: Home >> Notícias >> RS atinge terceiro lugar nas exportações do Brasil em setembro
 
- Procurar Notícias  
 
 
 
20/10/2011 | RS atinge terceiro lugar nas exportações do Brasil em setembro

*Notícia publicada originalmente no site do Governo do Estado.

 

A Fundação de Economia e Estatística (FEE) divulgou, na manhã desta quarta-feira (19/10), os índices das exportações do Rio Grande do Sul. No mês de setembro, o Estado chegou à terceira posição nas exportações nacionais, com participação de 8,94%, abaixo somente de São Paulo e Minas Gerais.


Com um acréscimo de 44,7% em relação ao mesmo mês do ano anterior, as exportações estaduais acumularam, em setembro, o montante de US$2,1 bilhões. O dado está sendo considerado bastante superior ao observado na média nacional, que registrou um total de 23,6%. Já o crescimento em volume de 25,2% foi significativamente superior ao observado no País (4,7%).


No estudo, realizado pela supervisora do Centro de Informações e Estatísticas,  Cecília Hoff, e pelo economista Bruno Breyer Caldas, profissionais da FEE, os destaques são, em primeiro lugar, a produção de grãos de soja, atingindo o valor de US$195,3 milhões. Em seguida aparece o fumo, com um montante de US$ 140,1 milhões, e em terceiro lugar aparece o setor de máquinas e equipamentos, no valor de US$ 100,9 milhões. Sobre os países de destino, o grande destaque foi o acréscimo de US$ 280,5 milhões para a China.

 


Expansão no volume das exportações gaúchas é superior à média nacional


De janeiro a setembro de 2011, houve um acréscimo de US$ 3,5 bilhões nas exportações do Rio Grande do Sul em comparação ao mesmo período do ano anterior, que registrou um acúmulo de US$ 15,0 bilhões. Já a expansão em volume das exportações do Estado, que atingiu 9,2 %, foi superior à observada em nível nacional, com 3,2%.


"Em função do crescimento menor dos preços, atingimos 19,1% no RS contra 27,1% no Brasil, portanto, o desempenho em valor das exportações gaúchas, ficou pouco abaixo do desempenho observado em nível nacional, de 30,0% para 31,1%", observou Bruno Caldas. Esse resultado mantém o Rio Grande do Sul em quarto lugar entre os maiores estados exportadores, permanecendo abaixo de São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro, o que representa 7,89% das exportações nacionais. Este ranking considera os números acumulados no ano, de janeiro a setembro.


As exportações da indústria de transformação registraram crescimento de 21,9% no acumulado do ano, enquanto as exportações agropecuárias cresceram 74,4%. Entre os principais produtos exportados pela agropecuária, foram constatados o crescimento de 58,8% das vendas de grãos de soja e a expansão de 594,3% das exportações de trigo.


Na indústria de transformação, foi constatado o crescimento de 31,5% das exportações de produtos alimentícios e bebidas, conforme Cecília Hoff. "Os dados confirmam-se principalmente pelo aumento de 52,3% das vendas de óleos e gorduras vegetais e animais. Nesse segmento, destacamos os crescimentos nas exportações de óleo de soja e de farelo de soja," explica a supervisora do CIE/FEE. Também contribuíram positivamente para o desenvolvimento da indústria de transformação o aumento das vendas do setor de químicos, das exportações de veículos automotores e de máquinas e equipamentos. 

 


Foram apontadas quedas nas exportações dos setores de refino de petróleo, com redução de 37,1% e de calçados, com 12,7%. Já entre os principais destinos das exportações do Estado, destaque nos mercados tradicionais para o crescimento das vendas para a França (238,1%), China (45,9%) e Argentina (24,7%). A Argélia, principal destino das exportações de trigo, é um mercado considerado novo e com aumento expressivo das exportações nos primeiros nove meses, com registros de expansão de US$ 19,6 milhões para US$ 176,6 milhões, um crescimento de 801,5%. Outro país que se destacou neste período foi Taiwan, com um montante de US$ 141,8 milhões.

 
Últimas Notícias
 
18/03/2017   -- Atos dizem NÃO a Temer & súcia em defesa da Previdência e CLT
18/03/2017   -- Michel Temer, Gilmar, Rodrigo Maia e Eunício tramam contra a Lava Jato
16/03/2017   -- Não tem déficit na Previdência, o que tem é muito roubo
18/01/2017   -- Fernando Siqueira: “o acordo com Total é um ato criminoso”
18/01/2017   -- Para Ciro, conchavo PT-Temer na Câmara é uma traição imoral
 

 
Voltar


 Comente
 
COMENTÁRIOS:
18.03.2017
 Michel Temer, Gilmar, Rodrigo Maia e Eunício tramam contra a Lava Jato.
18.01.2017
 Para Ciro, conchavo PT-Temer na Câmara é uma traição imoral.
18.01.2017
 Fernando Siqueira: “o acordo com Total é um ato criminoso”.
13.12.2016
 Wagner e assessor especial de Dilma receberam suborno.
13.12.2016
 Geddel se sentia passado para trás.
13.12.2016
 Renan recebia pixuleco através de Jucá.
13.12.2016
 Padilha e Moreira Franco eram os prepostos de Temer que abasteciam PMDB da Câmara.
13.12.2016
 “PEC 55 só favorece especulador”, afirma o economista Nilson Araújo.
13.12.2016
 PEC do roubo à Previdência barra aposentadoria plena antes dos 70 .
13.12.2016
 Juros altos e sem investimentos, PIB recua 0,8% no 3º trimestre.
13.12.2016
 Governo, Congresso e STF estão podres. Eleições Gerais Já!.
23.11.2016
 Governo apresenta novo pacote de arrocho contra servidores gaúchos.
23.11.2016
 Contra a PEC 241/55 e o Pacote do Sartori.
21.10.2016
 Ipea diz que PEC 241 vai tirar 868 bilhões da assistência Social.
[+ Notícias]

Correio Eletrônico: pplrs@pplrs.com.br