Você está em: Home >> Notícias >> “Governo Sartori está liquidando com a capacidade do Estado de produzir coisas positivas”, diz Werner Rempel
 
- Procurar Notícias  
 
 
 
13/12/2016 | “Governo Sartori está liquidando com a capacidade do Estado de produzir coisas positivas”, diz Werner Rempel

O vereador de Santa Maria e presidente do Partido Pátria Livre no Rio Grande do Sul, Werner Rempel, criticou o pacote de privatizações e arrocho econômico realizado pelo governo de Ivo Sartori (PMDB). Ao demonstrar a necessidade da Fundação Estadual de Pesquisa Agropecuária (FEPAGRO), Werner criticou a falta de coragem de Sartori para enfrentar o saque do governo federal aos estados brasileiros.

“Se Sartori fosse honrado ele deveria liderar os governadores pra se contrapor ao Ministério da Fazenda que saqueia os Estados. Saqueou com a Dilma e continua saqueando com o Temer. Os juros mais elevados do mundo. E pra pagar os quase 4 trilhões da dívida pública, saqueai os estados”, disse.

“Em 1998, quando da federalização da dívida do Rio Grande do Sul, um acordo do então governador Britto, e os outros governadores com o presidente Fernando Henrique Cardoso, com o Ministério da Fazenda. O Governo assumiu uma dívida de R$ 25 bilhões do Rio Grande e começou a cobrá-la do estado com juros que são os juros mais altos que existem no país, inclusive mais altos que a SELIC. Nesses anos todos, o nosso estado pagou até agora R$ 29 bilhões e, dos R$ 25 que contraiu e deve R$ 54 bilhões. Vou repetir, o Rio Grande do Sul contraiu 25, pagou 29 e deve 54, por pura usura, por pura agiotagem. Quem não quiser perceber que é isso que está destruindo o Rio Grande do Sul e os estados brasileiros, não vai enxergar nada”, destacou.

Segundo Werner, Sartor quer agora privatizar o que resta no estado “e liquidar com tudo pra pagar essa fatura”. Para o vereador, a entrega do patrimônio gaúcho “é uma míopia, uma cegueira política”. Sartori “está liquidando com a capacidade do Estado de produzir coisas positivas para sobreviver alguns meses. Não é esse o caminho”.

“Eu quero com todo o respeito ao Governador eu sei que ele merece o respeito e eu vou, praticamente ser antirregimental aqui, mas é um gringo muito burro”, afirmou.

“Esse projeto do Governo Estadual, nem sequer falando da CRM, da SULGÀS, do que resta da CEEE, nem falando nisso, esse projeto do Governo do Estado, essa iniciativa do Governo do Estado, é uma demonstração do mais completo servilismo que se possa imaginar aos círculos estrangeiros que pretendem transformar o nosso país, num país sem inteligência. O Governador do Estado está liquidando a inteligência do Rio Grande do Sul”, pontuou.

Fonte: Jornal Hora do Povo

 

 
Últimas Notícias
 
14/06/2017   -- A luta pelo Brasil em um novo partido
14/06/2017   -- TSE livra chapa Dilma-Temer e vota pela ditadura da propina
14/06/2017   -- Gilmar defende impunidade para PMDB, PT e PSDB
14/06/2017   -- Fux: os fatos são gravíssimos
14/06/2017   -- Lucro das operadoras de saúde aumentou 70% em 2016, diz ANS
 

 
Voltar


 Comente
 
COMENTÁRIOS:
14.06.2017
 O manual da canalhice - ou como Temer escapou no TSE.
14.06.2017
 Trabalhadores nas ruas dizem “Não” às ‘reformas’ de Temer .
14.06.2017
 Boletim do BC reduz a 0,41% previsão para o PIB este ano.
14.06.2017
 Lucro das operadoras de saúde aumentou 70% em 2016, diz ANS.
14.06.2017
 Fux: os fatos são gravíssimos .
14.06.2017
 Gilmar defende impunidade para PMDB, PT e PSDB.
18.05.2017
 Parente corta investimentos e privatiza Campo do Azulão.
19.05.2017
 Com manifestações e panelaço, povo vai às ruas após divulgação de gravações de Temer .
19.05.2017
 Molon protocola pedido de impeachment.
19.05.2017
 JBS: Mantega recebia a propina e distribuía.
19.05.2017
 Agendas e foto desmentem Lula.
19.05.2017
 Okamoto e Vaccari na agenda de Léo Pinheiro.
19.05.2017
  Paim: ‘Quem votar pela PEC da Previdência não volta em 2018’ .
19.05.2017
 Aécio pediu R$ 2 milhões e pegou. Dinheiro foi rastreado até parar em Perrella, o do helicóptero de cocaína.
[+ Notícias]

Correio Eletrônico: pplrs@pplrs.com.br