Você está em: Home >> Notícias >> Presidente da Ajuris critica cobertura da RBS
 
- Procurar Notácias  
 
 
 
25/10/2011 | Presidente da Ajuris critica cobertura da RBS

*Notícia publicada originalmente no site Coletiva.net.

 

Juiz diz que Zero Hora omitiu referências aos monopólios da comunicação em reportagem sobre seminário.

 

Depois de o governador Tarso Genro criticar a atuação de Zero Hora na cobertura de evento promovido pelo Ministério Público, sobre corrupção, o jornal voltou a ser alto de ataques. Desta vez, a acusação partiu do presidente da Associação dos Juízes do Rio Grande do Sul (Ajuris), João Ricardo dos Santos Costa, e está relacionada à cobertura que a publicação fez de um seminário sobre liberdade de imprensa e Poder Judiciário, em Porto Alegre. De acordo com Costa, a matéria omitiu a parte do debate relacionada aos monopólios de comunicação. “Esse é um caso paradigmático: em um evento promovido para discutir a liberdade de imprensa, a própria imprensa comete um atentado à liberdade de imprensa ao omitir um dos principais temas do evento", afirmou o juiz em entrevista ao site Carta Maior.

 

O seminário ocorreu no dia 21, promovido pela Associação Nacional dos Jornais (ANJ) e pela Ajuris. O convite para o encontro partiu da ANJ – a entidade realizou debate similar junto ao Supremo Tribunal Federal, em Brasília. Os interesses temáticos de ANJ e Ajuris não eram os mesmos. A ANJ e empresas afiliadas estavam interessadas em debater a liberdade de imprensa contra ideias de regulação e limite. A Ajuris, por sua vez, tinha interesse em debater também outros temas, como a ameaça que os monopólios de comunicação representam para a liberdade de imprensa e de expressão.

 

No sábado, 24, Zero Hora publicou matéria de uma página sobre o encontro. Intitulado “A defesa do direito de informar”, o texto destacou as falas da presidente da ANJ, Judith Brito, e do vice-presidente Institucional e Jurídico da RBS, Paulo Tonet, mas omitiu a parte do debate que tratou do tema dos monopólios de comunicação. Na mesma edição, o jornal publicou editorial contra o governador Tarso Genro, por estar tentando censurar o jornalismo investigativo. No mesmo editorial, o jornal Zero Hora apresentou-se como porta-voz da “imprensa livre e independente” e afirmou que “a credibilidade é a sua principal credencial”. Tarso, por sua vez, acusa a RBS de manipular o conteúdo da conferência que proferiu no Ministério Público, omitindo uma parte que não interessava à construção da tese sobre a “censura ao jornalismo investigativo.

 

 
Últimas Notícias
 
08/02/2018   -- NOTA AO POVO GAÚCHO
02/02/2018   -- Governo do RS deixa metade dos servidores sem salário
02/02/2018   -- Filho de Jango é lançado presidente em São Borja
02/02/2018   -- ALERGS não vota o pacote de Sartori
02/02/2018   -- Servidores Públicos reforçam convocação de greve geral dia 19
 

 
Voltar


 Comente
 
COMENTÁRIOS:
02.02.2018
 Aposentados fazem desfile-protesto contra assalto à Previdência.
02.02.2018
 Gasto com juros foi de R$ 400 bilhões em 2017.
02.02.2018
 Servidores Públicos reforçam convocação de greve geral dia 19.
02.02.2018
 ALERGS não vota o pacote de Sartori.
02.02.2018
 Governo do RS deixa metade dos servidores sem salário.
15.01.2018
 João Vicente Goulart condena “desmoralização” do Ministério do Trabalho.
15.01.2018
 Eleição com Lula é fraude!.
15.01.2018
 Ha-Joon Chang: “O Brasil está experimentando uma das maiores desindustrializações da história da economia”.
27.11.2017
 A vice-presidente do PPL/RS recebe homenagem da ALRS alusiva à Semana da Consciência Negra.
22.11.2017
 PPL inicia campanha à presidência: “Chega de roubalheira e recessão!”.
06.10.2017
 Presidente ladrão diz que imoral é o procurador que o pegou pelo pé.
06.10.2017
 RS: Sartori anuncia venda de 49% do estatal Banrisul.
06.10.2017
 PPL-RS: NÃO à adesão do RS ao plano do governo federal de arrocho dos estados.
03.07.2017
 Trabalhistas históricos fortalecem o PPL.
[+ Notícias]

Correio Eletrônico: pplrs@pplrs.org.br